Organizada do Bahia lança bomba em torcida do São Paulo na Fonte Nova; crianças saem feridas

417

GloboEsporte

Ruan Melo e Tamires Fukutani 

Episódio de violência aconteceu antes do início da partida, na Arena Fonte Nova, em frente ao portão de entrada da torcida visitante.

Um episódio de violência marcou a partida entre Bahia e São Paulo, realizada nesta quarta-feira, na Arena Fonte Nova. Membros da torcida organizada Bamor, da equipe baiana, lançaram um artefato explosivo em direção a torcedores do São Paulo que entravam pelo portão da torcida visitante, antes de a bola rolar.

Policiais do Bepe (Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos) que conversaram com a equipe de reportagem informaram que sete pessoas ficaram feridas pelos estilhaços, incluindo três crianças. Já a equipe de médicos que fez o atendimento na ambulância que fica no estádio relatou cinco feridos: três adultos e duas crianças. Todos foram atendidos, medicados e liberados para assistir à partida.

Dois membros da Bamor foram presos. O presidente da organizada, Luciano Venâncio, foi conduzido a prestar depoimento.

Secretaria de Segurança divulga nota oficial

Durante a partida, a Secretaria de Segurança Pública divulgou uma nota oficial sobre o caso. Confira abaixo.

“A SSP informa que dois homens, preliminarmente integrantes da torcida organizada Bamor, foram detidos pelo Bepe da Polícia Militar, após arremessos de artefatos caseiros explosivos contra torcedores do São Paulo. O episódio ocorreu em um dos portões de acesso da Arena Fonte Nova. Seis pessoas ficaram feridas. O caso foi registrado na Delegacia que fica dentro do estádio”.