São Paulo vence o Corinthians com lance polêmico e cola no G4

353

GazetaEsportiva

Tiago Salazar e Bruno Ceccon

Raphael Claus não quis saber de VAR nesse domingo e acabou ignorando uma falta sofrida por Danilo Avelar no lance que originou pênalti de Manoel em Vitor Bueno no Majestoso do Morumbi, válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Independente da polêmica e das discussões, Reinaldo marcou o gol do jogo e garantiu a vitória do São Paulo em cima do Corinthians por 1 a 0.

O resultado colou o Tricolor no Timão, ambos com 43 pontos agora e com 11 triunfos na competição. O saldo de gols (11 a 10 aos corintianos) dá vantagem aos alvinegros, ainda na quarta colocação, com o rival logo atrás.

Na próxima rodada, a equipe de Fábio Carille, que viu a série de cinco jogos sem perder acabar, encara o Goiás no Serra Dourada, quarta-feira, às 21h30. No mesmo dia, mas às 21h, o São Paulo do estreante Fernando Diniz como mandante, visita o Cruzeiro, no Mineirão.

Os desfalques de ambos os lados não foram poucos, mas, pouco alteraram a expectativa pelo que teríamos em campo. Na estreia de Fernando Diniz no Morumbi, o São Paulo primou pela posse de bola, com as famosas saídas arriscadas junto ao próprio goleiro. Nesses momentos, sempre um frisson nas arquibancadas.

O Corinthians aproximou suas linhas, encurtou o campo, isolou Boselli e fez de Love e Clayson marcadores pelos lados. O bloqueio alvinegro aliado a insistência são-paulina em entrar pelo centro dificultou as coisas para os mandantes.

Em compensação, o Corinthians foi praticamente inofensivo na frente. Sempre lento, obrigado a aguardar seus homens chegarem de tão longe até o campo do São Paulo. O excesso nos erros de passes também contribuíram para a ausência de criatividade.

Assim, os únicos lances mais agudos antes do intervalo surgiram pelos pés de Reinaldo e Clayson. O lateral esquerdo arriscou de longe e acertou a trave de Cássio. Já o atacante chegou a driblar Volpi em um contra-ataque, mas tropeçou na bola e saiu pela linha de fundo.

Na etapa final, o panorama pouco mudou. Na verdade, a pressão tricolor se intensificou. O Corinthians, com seus pontas sem pernas para atacar, ficou totalmente inofensivo na frente.

O prêmio a quem buscou a vitória surgiu de um passe de Hernanes que culminou no pênalti de Manoel em Vitor Bueno. Lance polêmico, porque Avelar sofrera falta no início da jogada. Lance interpretativo que Claus assumiu e não quis saber de VAR.

Na bola, Reinaldo bateu firme, Cássio chegou perto, mas não evitou o gol dos donos da casa. Em meio a comemoração, Diniz atendeu aos pedidos da torcida e colocou Igor Gomes no jogo no lugar de Hernanes.

Fábio Carille apostou em Janderson, Régis e Gustavo. Nada funcionou. Assim como as entradas de Sara e Hudson pouco surtiram efeito. No fim, não foi um grande clássico, mas fundamental para quem ficou com a vitória, que foi o São Paulo, o time que quis e obteve os três pontos sob gritos satisfatórios de sua torcida: “Olé”.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data: 13 de outubro de 2019 (domingo)
Horário: 18h (de Brasília)
Arbitragem: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
VAR: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)
Cartão amarelo: Gustavo (COR)
Público e Renda: 37.561 (total) / R$ 1.865.626,00 (bruto)

GOL
São Paulo: Reinaldo, aos 20 minutos do 2TSÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Hudson); Tchê Tchê, Hernanes (Igor Gomes), Liziero e Vitor Bueno (Gabriel Sara); Pato
Técnico: 
Fernando Diniz

CORINTHIANS:Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel; Vagner Love (Régis), Matheus Jesus (Gustavo), Mateus Vital e Clayson (Janderson); Boselli
Técnico: Fábio Carille