Antony cresce e participa de metade dos gols do São Paulo na “Era Diniz”

119

UOL/LancePress

Melhor em campo na vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Internacional, que garantiu vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2020, Antony está em grande fase justamente nos jogos que podem ter sido seus últimos com a camisa do São Paulo. Em vias de ser negociado com o futebol alemão, ele é o mais decisivo na “Era Fernando Diniz”, participando de metade dos gols. Aos 19 anos, Antony se tornou em 2019 umas das maiores esperanças do Tricolor dentro e fora de campo. Depois de conquistar a Copinha, no início deste ano, agarrou a oportunidade no profissional e não largou mais, sendo titular absoluto durante praticamente toda a temporada. Como todo jovem de sua idade, chegou a oscilar em alguns períodos, mas cresceu nesta reta final.

E um dos motivos de seu crescimento foi a chegada de Fernando Diniz. Desde que o técnico assumiu o comando do São Paulo, Antony melhorou seu nível de atuação, o que também foi possível ver em seus números. Do fim de setembro para cá, o jovem marcou três gols e deu quatro assistências, ou seja, participou diretamente de sete tentos, metade dos 14 anotados pelo time com Diniz. Contra o Internacional, porém, o camisa 39 pode ter feito seu último jogo com a camisa tricolor, já que uma proposta de 18 milhões de euros (R$ 83,8 milhões) do RB Leipzig deve ser oficializada em breve e o clube paulista não deve negar a negociação, já que o valor ajudaria a cobrir o rombo de mais de R$ 76 milhões no orçamento, o que salvaria as contas ainda este ano. Na saída do campo, na última quarta-feira, ao ser questionado sobre seu futuro no clube, Antony desconversou e disse estar focado na disputa da última rodada do Brasileirão, na qual ainda não tem presença garantida, caso Diniz opte por escalar jogadores que não tiveram tantas chances na temporada. “Não sei se (o próximo jogo) vai encerrar (minha passagem pelo São Paulo). Minha cabeça está focada no São Paulo, no CSA e acabou”, afirmou o atacante.

No ranking de jogadores mais decisivos com Diniz, quem aparece logo atrás de Antony é Vitor Bueno, outro que teve crescimento significativo com a chegada do treinador. Nesse período o meia-atacante participou diretamente de seis gols (quatro tentos, uma assistência e um pênalti sofrido). Antes disso, havia marcado duas vezes, ambas no Campeonato Brasileiro. O São Paulo volta a campo neste domingo, às 16h, para enfrentar o CSA, em Alagoas, pela 38ª e última rodada do Brasileirão-2019. Já classificado para a fase de grupos da Libertadores, o Tricolor ocupa a sexta posição na tabela com 60 pontos, enquanto o adversário já está rebaixado na 18ª colocação.