Evolução de Antony em números: atacante pode deixar o São Paulo em seu melhor momento

689

GloboEsporte

 Eduardo Rodrigues e Marcelo Hazan

Jovem jogador cresce sob o comando de Fernando Diniz e desperta o interesse da Europa.

A reta final de Campeonato Brasileiro tem sido de evolução para Antony. Criticado no primeiro semestre por não render o esperado para um jogador tratado como joia da base do São Paulo, o jovem de 19 anos vive seu melhor momento na carreira.

Na última quarta-feira, Antony foi decisivo na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, no Morumbi, com um gol e uma assistência. O jogador chegou aos seis gols no ano e se juntou a Reinaldo e Vitor Bueno na vice-artilharia da equipe na temporada.

Em participações de gols no Brasileirão, o atacante lidera as estatísticas pelo clube. Foram quatro gols e seis assistências em 29 jogos disputados. Curiosamente, nos oito jogos em que participou das jogadas de gol, o São Paulo saiu vencedor.

Relembre abaixo os jogos em que Antony participou de gols:

  • São Paulo 2 x 0 Botafogo: (1 assistência)
  • Goiás 1 x 2 São Paulo: (1 assistência)
  • São Paulo 4 x 0Chapecoense: (1 gol)
  • São Paulo 2 x 1 Fortaleza: (1 assistência)
  • São Paulo 2 x 0 Atlético-MG: (1 assistência)
  • Chapecoense 0 x 3 São Paulo: (1 gol e 1 assistência)
  • São Paulo 1 x 0 Vasco: (1 gol)
  • São Paulo 2 x 1 Internacional: (1 gol e 1 assistência)

Antony comemora gol do São Paulo contra o Vasco — Foto: Marcos Ribolli

E foi justamente com a chegada de Fernando Diniz que esses números alavancaram e Antony se tornou mais participativo. Das seis assistências no Brasileirão, quatro foram sob o comando do treinador.

Essa boa fase pode render um bom retorno financeiro ao São Paulo. Isso porque o futebol apresentado, principalmente no segundo semestre, despertou o interesse de clubes da Europa.

Os últimos deles foram os alemães Borussia Dortmund e o RB Leipzig. Representantes dos clubes estiveram recentemente no Morumbi para acompanhar o garoto. Em outubro, o Barcelona também o observou, mas o foco naquele momento era o também jovem Liziero.

Antony Liziero São Paulo — Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net

Antony Liziero São Paulo — Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net

Em julho, a diretoria do São Paulo disse ter recusado uma proposta de R$ 85,2 milhões por Antony em uma parceria que envolveria o Manchester City, da Inglaterra, e o Sporting, de Portugal.

A despedida de Antony parece ser iminente. Na última quarta-feira, diante do Internacional, ao fazer o gol ele beijou o gramado do Morumbi como um gesto de agradecimento. Ao fim da partida, ele se mostrou emocionado ao saudar a torcida no que pode ter sido seu último jogo no estádio.

– Beijei, sim (o gramado). Vestir essa camisa é muito sagrado. Jogo importante, de classificação para a Libertadores. Fico muito feliz. Esse gol foi para o meu filho – afirmou o jogador.

Antony se mostrou muito emocionado ao fim do jogo. Este pode ter sido o último jogo do garoto no Morumbi. #gesaopaulo

View image on Twitter

O São Paulo projeta arrecadar ao menos R$ 80 milhões com vendas de jogadores até 31 de dezembro. O dinheiro será para cobrir o prejuízo financeiro nas contas do clube – de janeiro a agosto, o Tricolor registrou déficit de R$ 76,5 milhões.

No próximo domingo, às 16h, diante do CSA, no estádio Rei Pelé, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, Antony pode fazer seu último jogo com a camisa do São Paulo após uma temporada de altos e baixos e uma nova realidade em sua vida.