Juanfran lamenta problema crônico no São Paulo: “Nos faltou efetividade”

169

GazetaEsportiva

Titular na lateral direita do São Paulo neste domingo, Juanfran conversou com a imprensa após a derrota por 3 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre. Abatido, o experiente jogador espanhol comentou sobre os problemas exibidos pelo time dentro de campo e cobrou algo que vem faltando à equipe há meses: efetividade no ataque.

“São momentos do jogo que não se pode controlar. Fizemos um bom primeiro tempo e poderíamos ter marcado no início do segundo tempo. Nos faltou hoje o que nos faltou todo o ano: efetividade. Se ganharmos em casa, asseguramos a classificação direta à fase de grupos da Libertadores. Estou convencido de que vamos ganhar e conquistar essa vaga”, afirmou Juanfran, já projetando o próximo compromisso do São Paulo.

Tendo de correr atrás do prejuízo, o Tricolor paulista volta a entrar em campo na quarta-feira, quando encara o Internacional, no Morumbi, em confronto direto por uma vaga direta à fase de grupos da Libertadores. Se para muitos o Campeonato Brasileiro já acabou, para o São Paulo o clima do próximo compromisso é de decisão.Mas, o objetivo que está no radar do São Paulo poderia ter sido alcançado há tempo. Justamente por isso, a pressão de parte da torcida e de conselheiros do clube sobre o trabalho de Fernando Diniz é grande, mas Juanfran crê que, a longo prazo, as coisas podem melhorar consideravelmente.

“Esse é o trabalho de todos, não só do Fernando. Estamos acreditando no Fernando e vamos seguir acreditando nele. Tenho muita responsabilidade dentro do time e vejo todos os jogadores trabalhando o máximo possível. Não deixaria um jogador não trabalhar ao máximo. Pouco a pouco vamos vendo algumas coisas, outras nos apetecem um pouco mais. Se ganhamos, somos time de Libertadores. Então, temos que ganhar”, concluiu.