Mauro Cezar: “Raí não é um bom gestor, ele não conhece futebol”

658

UOL

O São Paulo foi derrotado pelo Grêmio por 3 a 0 na noite de domingo e teve sua classificação para a Libertadores assegurada graças ao Fortaleza de Rogério Ceni, que venceu o Goiás fora de casa. Com todas as contratações feitas para a atual temporada e nomes como Daniel Alves, o time comandado por Fernando Diniz não consegue engrenar. Durante o segundo bloco do podcast Posse de Bola, os jornalistas analisaram a situação do São Paulo, o trabalho de Fernando Diniz e da direção, principalmente de Raí, um dos maiores ídolos do clube, criticado pela forma de conduzir o clube do Morumbi.

“Falar do Raí é fundamental. Foi na gestão do Raí, por exemplo, que o São Paulo pagou ou está pagando ainda porque é parcelado, 7 milhões de euros no Pablo. O Bruno Henrique custou menos que isso, custou 4, não chegou a 5. Não dá para comparar um jogador com o outro e até a idade é próxima, 26 e 27 anos. O São Paulo contrata o que está na moda, o Pablo estava na moda”, disse Mauro Cezar. “Ou seja, as contratações não são para preencher carências de elenco, buscando as referências certas, são por moda. Isso é a gestão, e o Raí não é um bom gestor, ele não conhece futebol. Uma coisa é jogar futebol e a outra é conhecer futebol, entender o mercado e negociar também”, completou o jornalista. Arnaldo Ribeiro criticou mais uma vez o trabalho apresentado por Fernando Diniz como técnico do São Paulo e também não poupou Raí. “Fernando Diniz não tem defesa, assim como o Raí não tem defesa. O Raí é um dos maiores jogadores da história do São Paulo, uma figura que eu adoro, pelo segundo ano consecutivo ele faz um movimento que aniquila o São Paulo. No ano anterior, ele troca o Aguirre pelo Jardine e nesse ano ele troca o Cuca pelo Fernando Diniz que é o mesmo movimento estúpido de quem não entende nada de futebol”, declarou Arnaldo.

Juca Kfouri comparou a fila do clube do Morumbi com a vivida pelo Corinthians nas décadas de 60 e 70 e chegou a duas conclusões: o São Paulo está destruindo seus ídolos e vive algum tipo de maldição, sem títulos desde a Copa Sul-Americana de 2012. “Eu via o Corinthians montar time, montar time, montar time e não acontecia nada. Eu acho que o São Paulo está, você vai me desculpar pelo que vou dizer, tem que procurar o sapo no Morumbi, tem um sapo enterrado no Morumbi”, afirmou Juca. “O São Paulo está virando, entre outras coisas, um cemitério de ídolos. Eu vi o Arnaldo falar e sei o quanto dói nele falar do Raí. E o São Paulo tem feito isso com seus ídolos”, completou o jornalista.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir? A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

1 COMENTÁRIO

  1. A dupla Batman e Roby ou seja: Leco e Raiguevara, além de péssimos, amadores fizeram inúmeras cagadas e afundaram o clube.
    Na verdade empresários deitaram e rolaram na barba destes incompetentes, e o clube coleciona dividas e fracassos e um espólio de um elenco de perebas, cabeça de bagres.
    VIVA O LECO E RAIGUEVARA… OS FRACASSADOS….