São Paulo inicia 2020 com direitos de imagem de jogadores em atraso

361

UOL

O São Paulo iniciou o ano de 2020 com direitos de imagem de parte do grupo que deveriam ter sido pagos no ano passado atrasados. Os atrasos, em alguns dos casos, chegam a dois meses, mas os atletas não pretendem reclamar publicamente. O décimo terceiro, por outro lado, foi pago regularmente aos jogadores no final do ano. O atraso no pagamento da imagem não é inédito: o clube do Morumbi, que vive situação financeira delicada, já tinha feito o mesmo em junho deste ano.

Internamente, pessoas ligadas à direção do São Paulo afirmam que os atrasos se devem a ajustes no fluxo de caixa, e que os valores serão integralmente quitados. O clube fechou 2020 com um déficit de R$ 180 milhões, e aposta em vendas de atletas para sanar o problema. (Por Pedro Lopes).