Análise: São Paulo de Diniz precisa melhorar pontaria para exaltar qualidade e minimizar os erros

95

GloboEsporte

Marcelo Hazan

Tricolor cria chances em excesso, domina posse e finaliza muito, mas não vê resultado.

O São Paulo versão Fernando Diniz repete as qualidades e defeitos do técnico em seus trabalhos recentes na carreira.

A derrota por 2 a 1 para o Santo André, domingo, no estádio Bruno José Daniel, pelo Campeonato Paulista, foi mais um exemplo disso.

Um time fiel às características do seu treinador: domínio da posse de bola, inúmeras chances de gols e finalizações. O problema é que a equipe não consegue converter todo esse volume.

Registre-se: houve um gol irregular do Santo André. O campo encharcado pela chuva naturalmente também dificulta o estilo de jogo do Tricolor versão Fernando Diniz.

Vejamos os números de Santo André 2 x 1 São Paulo (segundo o footstats):

  • Posse de bola 28% x 72%
  • Finalizações 5 x 22
  • Finalizações certas 3 x 10
  • Finalizações erradas 2 x 12
  • Passes certos 124 x 581

Fernando Diniz durante a derrota do São Paulo para o Santo André — Foto: Marcello Fim/Estadão Conteúdo

O panorama foi parecido ao do empate por 1 a 1 com o Novorizontino, no qual novamente a arbitragem (naquela ocasião de forma muito mais grave) teve interferência direta no placar final.

Em cinco jogos nesta temporada, o São Paulo de Fernando Diniz acumula duas vitórias, dois empates e uma derrota. São seis gols marcados e quatro sofridos.

Diante do Santo André, o São Paulo sofreu o segundo gol ainda no primeiro tempo quando era melhor e partiu para o ataque total na etapa final. Fernando Diniz substituiu Juanfran e Anderson Martins por Igor Vinícius e Everton. Reinaldo virou companheiro de zaga de Arboleda, e o São Paulo ficou escalado assim:

Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Reinaldo e Everton; Daniel Alves, Tchê Tchê, Hernanes (depois Brenner) e Vitor Bueno; Pato e Pablo.

O sistema “ataque total” do São Paulo tinha em Tiago Volpi uma espécie de goleiro-linha no segundo tempo.

Daniel Alves comemora o gol do São Paulo com Volpi, Reinaldo e Igor Vinicius — Foto: Richard Callis/Estadão Conteúdo

Daniel Alves comemora o gol do São Paulo com Volpi, Reinaldo e Igor Vinicius — Foto: Richard Callis/Estadão Conteúdo

No primeiro, com Daniel Aves de primeiro volante, o camisa 10 comandou o time de trás e organizou as jogadas de frente para o campo. Assim ele achou ótimos lançamentos para Pato e Pablo, e incomodou Fernando Henrique com chutes de longa distância (a fórmula daria certo em uma bola parada na etapa final).

Não fosse a falta de pontaria nas chances criadas, o São Paulo teria saído (por mérito) com um placar melhor de Santo André. Seja na linha de passe que terminou com gol (inacreditável) perdido Vitor Bueno, no chute de Everton defendido por Fernando Henrique após bom passe de Pato ou na bola na trave de Hernanes, entre outras oportunidades criadas.

Dispositivo não suportado.

Infelizmente, não foi possível encontrar um vídeo compatível com o seu dispositivo.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades Globoesporte

Vitor Bueno avança pelo meio, tabela com Hernanes, Tchê Tchê e Pato e recebe na pequena área, mas isola aos 9 do 2º tempo

Vitor Bueno avança pelo meio, tabela com Hernanes, Tchê Tchê e Pato e recebe na pequena área, mas isola aos 9 do 2º tempo

O problema é que o São Paulo versão Fernando Diniz insiste em repetir os mesmos pecados do treinador nos seus trabalhos anteriores.

– Tem que colocar a bola para dentro. Não tem muita explicação. E enquanto não faz, não pode tomar, porque a gente poderia ter evitado os dois gols do Santo André. E se a gente evita os dois gols do Santo André e a arbitragem não tivesse errado, a gente teria ganhado. E na segunda-feira (contra o Novorizontino) também: se não tivessem errado, a gente teria ganhado – disse o técnico.

O São Paulo volta a campo pelo Campeonato Paulista no próximo sábado, às 19h, contra o Corinthians, no estádio do Morumbi.

Dispositivo não suportado.

Infelizmente, não foi possível encontrar um vídeo compatível com o seu dispositivo.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades Globoesporte

Veja a entrevista do técnico Fernando Diniz, do São Paulo, após derrota para o Santo André

Veja a entrevista do técnico Fernando Diniz, do São Paulo, após derrota para o Santo André