Vitor Bueno, do São Paulo, deixa clara a preocupação com coronavírus: “Muito assustado”

71

GloboEsporte

 Felipe Ruiz

De casa, jogador aconselha confinamento e explica como tem vivido a quarentena.

Ser jovem, ter boa condição financeira e contar com a estrutura médica de um clube como o São Paulo não impedem que o novo coronavírus assuste jogadores de futebol. É o caso de Vitor Bueno.

Em casa de quarentena, Vitor Bueno fala do medo do coronavírus e da preparação

De casa, o meia-atacante tricolor explicou como tem vivido os dias de confinamento . E admitiu: sente medo.

– Estou muito assustado, sim. Parece que estou até vivendo em um filme, em uma ficção. Em um mundo tão evoluído como o de hoje, não ter achado ainda uma cura nos assusta. É um vírus que mata. Quando falo essa palavra, não tem como não se assustar. Mas tenho fé em Deus, fé naqueles que estão à procura da cura, que vão achar – disse o jogador.

– Têm sido dias difíceis não só para mim, mas para todo mundo. É um sentimento ruim. Todo mundo está passando por dias tristes. Ninguém gosta de ficar trancado dentro de casa. É uma experiência única. Espero nunca mais passar por isso. Espero que o mundo não passe por isso novamente. Vamos superar isso, seguindo aquilo que tem que seguir, que nesse momento é ficar em casa – completou.

Em casa, Vitor Bueno tem mantido uma rotina de treinos determinada pelo São Paulo. E aproveita para fazer tarefas domésticas e matar o tempo vendo filmes e séries.

– Nesse momento trancado dentro de casa, tenho aproveitado para ajudar nas tarefas junto com minha mulher, assistir a filmes, colocar as séries em dia, fazer alguns exercícios.

Vitor Bueno sugere que as pessoas façam como ele: fiquem em casa o máximo possível. É a melhor forma de amenizar a disseminação do vírus.

– Estamos empenhados em acabar logo com isso. Cada um fazendo sua parte, essa situação vai passar.

Vitor Bueno admite estar assustado com novo coronavírus — Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

oito − seis =