Casares aponta desejo de reformulação no SPFC como ponto de união em chapa

528

UOL

José Eduardo Martins

Pouco depois de o São Paulo ser eliminado pelo Mirassol no Campeonato Paulista, Júlio Casares postou em suas redes sociais um texto falando sobre refundar o CT da Barra Funda. Em conversa com o UOL Esporte, o candidato à presidência do Tricolor explicou que o desejo de mudar a estrutura do departamento de futebol serviu até mesmo para formar a sua chapa, com Olten Ayres de Abreu Jr.

“O grupo do Olten apresentou em fevereiro do ano passado o desejo de mudanças no futebol, e nós em junho. Era um momento que achávamos que poderíamos contribuir. O Leco não fez o que propomos, e isso nos aproximou para discutir um projeto de convergência para o futebol. Isso tudo lá em 2019, aí vieram outras questões. Ali, naquele momento foi a união do entendimento. Foi quando queríamos uma restruturação profunda. Isso ajudou”, disse Casares.

Como publicou o UOL Esporte, Fernando Diniz deve ser mantido no cargo mesmo depois da derrota de ontem. O candidato também acredita que o processo de troca de técnicos não é o ideal para o momento do São Paulo. “Refundar não tem a ver com mudança de técnicos. Se você pegar nos últimos anos, o São Paulo foi quem mais mudou. Os problemas são metodologia de trabalho e a filosofia. Mudar não é só na área médica, fisioterapia ou técnica, mas na gestão. É a meritocracia que colocamos em nosso programa e isso que vamos buscar. Falamos em refundar o princípio, a metodologia e procedimento”, completou o candidato.

A eleição para presidente do São Paulo será realizada em dezembro. A outra chapa será definida em convenção no dia 15 de agosto. Marco Aurélio Cunha, Roberto Natel e Sylvio de Barros vão disputar a vaga.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

10 + dezesseis =