Análise: com ilusão e marasmo, São Paulo retrata num jogo o que o torcedor conhece há anos

210

GloboEsporte

Marcelo Hazan

Tricolor empolga no começo e depois apaga com atuação ruim no empate diante do Grêmio.

O torcedor do São Paulo teve sábado à noite no Morumbi uma pitada do retrato do círculo vicioso do clube nos últimos anos: um lampejo de ilusão, e logo o marasmo de sempre.

O fraquíssimo jogo de futebol entre São Paulo e Grêmio não mereceu gols e terminou merecidamente empatado por 0 a 0.

Resultado ruim para o São Paulo de olho na tabela do Brasileirão: o empate em casa tira a chance de colar nos líderes Atlético-MG, Internacional e Flamengo.

Fernando Diniz conversa com Vitor Bueno no Morumbi  — Foto: Marcos Ribolli

Fernando Diniz conversa com Vitor Bueno no Morumbi — Foto: Marcos Ribolli

Fernando Diniz fez uma mudança simples na escalação, em relação ao empate por 3 a 3 com o Fortaleza pela Copa do Brasil: substituiu o lesionado Igor Vinícius por Tchê Tchê.

Taticamente, no entanto, trocou o posicionamento das peças. Usou Daniel Alves na lateral direita, e Tchê Tchê no meio. Os dois inverteram no segundo tempo.

Melhores momentos: São Paulo 0 x 0 Grêmio pela 17ª rodada do Brasileirão 2020

Melhores momentos: São Paulo 0 x 0 Grêmio pela 17ª rodada do Brasileirão 2020

Em campo, o time teve pouco mais de 20 minutos de bom futebol. Nesse período de tempo o São Paulo envolveu o Grêmio com triangulações pelos lados, tabelas e circulação rápida da bola. Mas não criou chances reais de gol. E parou por aí.

A ilusão pelo bom futebol no início deu lugar a um marasmo são-paulino e um domínio do Grêmio, melhor no jogo a partir da metade do primeiro tempo. O time gaúcho reclamou muito da arbitragem: queria um pênalti em Geromel e a expulsão de Reinaldo.

No total o São Paulo finalizou 11 vezes. A chance mais perigosa saiu em cruzamento do próprio Reinaldo com desvio de Luciano por cima do gol.

Luciano lamenta chance perdida em São Paulo x Grêmio — Foto: Marcos Ribolli

Luciano lamenta chance perdida em São Paulo x Grêmio — Foto: Marcos Ribolli

Ao longo do segundo tempo o Tricolor abusou dos erros na saída de bola curta: Daniel Alves duas vezes, Tchê Tchê e Diego Costa erraram em setores perigosos.

O camisa 10, aliás, teve atuação ruim. Aos 40 minutos do segundo tempo, Daniel Alves isolou uma falta frontal ao goleiro Vanderlei no que poderia ser a última chance real de gol. Mandou a bola e a chance da vitória para bem longe do Morumbi.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

um × três =