Bem no Paulista, São Paulo vê roteiro se repetir com possível paralisação

87

Gazeta Esportiva

São Paulo vê um roteiro se repetir neste início de temporada. Muito bem no Campeonato Paulista, vindo de duas goleadas por 4 a 0, uma delas sobre o Santos, a equipe comandada por Hernán Crespo poderá ter sua sequência freada por causa do agravamento da pandemia do novo coronavírus.

Nesta quinta-feira, o governador João Doria anunciou a paralisação do Campeonato Paulista a partir da próxima segunda, dia 15 de março, devido ao aumento de óbitos causados pelo novo coronavírus e a alta taxa de ocupação nos leitos de UTI do estado. A Federação Paulista de Futebol ainda tenta reverter a decisão.

Fato é que esse “filme” já é bastante conhecido pelo São Paulo. No ano passado, o CLUBE também vinha vivendo um grande momento sob o comando do técnico Fernando Diniz e era apontado como o grande favorito para a conquista do Campeonato Paulista, mas, com o surgimento da covid-19, o Estadual ficou paralisado por mais de três meses.

Publicidade

No retorno à competição, o São Paulo não conseguiu imprimir o mesmo ritmo de antes e acabou eliminado ainda nas quartas de final da competição, para o modesto Mirassol, que teve seu elenco desmontado durante a paralisação e precisou reconstruir um plantel às pressas, sem muitos critérios.

Agora, com novos atletas e um treinador recém-chegado, o São Paulo tem como principal missão não deixar o roteiro se repetir quando o Paulistão voltar, se é que vai parar. Neste sábado, o time ainda enfrenta o Novorizontino, em Novo Horizonte, pela quarta rodada da competição, mas, até segunda ordem, a partir da próxima semana, técnico e jogadores terão de abrir mão do Estadual.

Por enquanto, a regressão à fase vermelha do Plano São Paulo está prevista para se encerrar no dia 30 de março, mas tudo irá depender do desenrolar da grave crise sanitária que o Brasil inteiro atravessa.

2 COMENTÁRIOS