Paulistão paralisado: MG vira opção de refúgio após recusa do Rio

113

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo – Leo Burlá, Rodrigo Mattos e Thiago Fernandes

Depois da recusa do governo do Rio de Janeiro em receber o Campeonato Paulista durante a paralisação do futebol imposta pelo governador João Dória (PSDB-SP), a Federação Paulista de Futebol (FPF) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já procuram outra alternativa. Autoridades de Minas Gerais e membros da Federação Mineira de Futebol (FMF) foram consultados para a possível realização de jogos do estadual e estão dispostos a recebê-lo.

Em que pese a procura na noite de ontem (11), CBF e FPF aguardam a reunião com o governo de São Paulo na próxima segunda-feira (15) para determinar seus próximos passos. Se o veto aos jogos no estado for mantido, é possível que Minas Gerais se torne a casa do Campeonato Paulista pelas próximas duas semanas. A procura por um novo local para os jogos ocorre por receio da CBF de que haja um “efeito dominó” no futebol brasileiro com sucessivas interrupções de competições

Copa do Brasil: Marília x Criciúma deve ser marcado em Varginha, no sul de MG

Publicidade

A paralisação do futebol em São Paulo deve interferir também na Copa do Brasil. O Marília estreará na competição na próxima quarta-feira (17), diante do Criciúma. O jogo, marcado para o Estádio Municipal Bento de Abreu Sampaio Vidal, no interior do estado, deve ser alterado para o estádio municipal Prefeito Dilzon Melo, em Varginha, no sul de Minas Gerais, em caso de manutenção do veto paulista por causa da evolução da pandemia do novo coronavírus. A CBF já procurou autoridades mineiras para que a partida seja recebida na semana seguinte.A distância entre Marília e Varginha é de 566 quilômetros. (Por Thiago Fernandes)

Palmeiras tem nova reunião por Borré na Argentina

Depois de uma conversa diretamente com Santos Borré na terça (9), o representante do Palmeiras na Argentina teve um encontro com os empresários do jogador, na quarta (10). O clube o enviou ao país para tentar avançar na contratação do centroavante, um sonho de Abel Ferreira, mas o estafe do atacante do River Plate (ARG) aguarda uma movimentação da cúpula palmeirense. Os agentes querem tratar diretamente com a diretoria e não com intermediários. O Verdão considera ser dono da oferta mais sedutora de Borré, com um contrato de quatro anos e um pacote de R$ 80 milhões ao longo de todo o vínculo. O colombiano tem contrato até junho com o River e deve deixar o clube. (Por Thiago Ferri)

3 COMENTÁRIOS

  1. Hey there I am so thrilled I found your blog, I really found you
    by error, while I was looking on Google for something else,
    Regardless I am here now and would just like to say
    thanks for a remarkable post and a all round
    interesting blog (I also love the theme/design), I don’t have
    time to look over it all at the moment but I have saved it and also added your RSS
    feeds, so when I have time I will be back to read more,
    Please do keep up the superb jo. asmr 0mniartist