São Paulo vê elenco completo, mas não descarta oportunidades de mercado

49

GazetaEsportiva

Marcelo Baseggio

A diretoria do São Paulo parece bastante satisfeita com as contratações realizadas nestes primeiros meses de 2021. Procurando reformular o elenco sem gastar muito, a atual gestão vem conseguindo se desfazer de jogadores que recebiam salários consideráveis e trazer novos nomes com um custo menor. Após assinar com seis atletas, a alta cúpula tricolor vê o elenco completo, mas não descarta oportunidades de mercado.

Desde que Julio Casares assumiu a presidência, o São Paulo contratou Bruno Rodrigues, Orejuela, Miranda, Eder, William e Martín Benítez. Apenas os dois primeiros obrigaram o Tricolor a abrir os cofres para comprá-los.

Publicidade

Miranda e Eder, por exemplo, estavam livre no mercado após o Jiangu Suning, da China, encerrar suas atividades. William também veio de graça. O jogador de 34 anos assinou contrato até 31 de dezembro de 2021. Já Martín Benítez chega por empréstimo válido até o fim do ano.

A estratégia da diretoria é parcelar os gastos que foram necessários para reforçar o elenco, além de empréstimos com baixos custos. Para diminuir a folha salarial, o São Paulo também emprestou atletas, como Tchê Tchê, Tréllez, Toró, além de não renovar com Juanfran, que tinha um dos mais altos vencimentos do plantel comandado por Fernando Diniz.

Nos bastidores, Carlos Belmonte, diretor de futebol, Muricy Ramalho, coordenador técnico, e Rui Costa, executivo de futebol, ainda procuravam um zagueiro para fechar o elenco liderado por Hernán Crespo, mas a tendência é que o argentino acabe utilizando as opções que já existem.

Além de Miranda, Arboleda, Bruno Alves, Diego Costa e Rodrigo, Walce, visto como bastante promissor, está em fase final de recuperação de uma lesão no ligamento do joelho e é mais um zagueiro que pode figurar como uma solução caseira interessante.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

4 + três =