Com Arboleda na seleção, Bruno Alves acirra briga por titularidade

32

UOL

Titular absoluto com Hernán Crespo, o zagueiro Arboleda pode encontrar dificuldades para retomar o seu espaço na defesa do São Paulo ao voltar da seleção equatoriana. Isso porque o seu substituto imediato está correspondendo bem com as oportunidades. Trata-se de Bruno Alves. O defensor de 30 anos assumiu a titularidade no duelo contra o Sporting Cristal, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Desde então, só ficou de fora do embate de ida da terceira fase da Copa do Brasil, contra o 4 de julho, quando Crespo escalou um time alternativo.

Desde que Arboleda se juntou à seleção, portanto, foram quatro partidas com o camisa 3, das quais o São Paulo venceu duas, empatou uma e perdeu uma. Além disso, o zagueiro marcou dois gols neste período, igualando assim a sua temporada mais artilheira pelo Tricolor. Em 2018, ele também balançou as redes duas vezes, mas precisou de 41 duelos para isso. Neste ano, ele atingiu a marca em apenas 17 compromissos. Outro fator que pode atrapalhar a volta do equatoriano como titular é o extra campo. Recentemente, Arboleda foi flagrado em uma festa clandestina pela segunda vez em menos de sete meses. O jogador foi multado e afastado dos treinos.

Apesar de já ter realizado os dois jogos das Eliminatórias Sul-Americanas, o camisa 5 ainda não deve voltar ao São Paulo neste final de semana. Isso porque a tendência é que ele seja convocado para a disputa da Copa América. Com isso, ele deve retornar apenas no início de julho. Enquanto isso, Bruno Alves deve continuar como titular, inclusive neste domingo, quando o clube visita o Atlético-MG, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Leia também: