Multa milionária estipulada pelo São Paulo deixa titular de Cuca de fora do duelo no Mineirão

900

GazetaEsportiva

Um dos principais jogadores do Atlético-MG do técnico Cuca não poderá entrar em campo neste domingo, contra o São Paulo, no Mineirão. Tchê Tchê, que pertence ao clube do Morumbi, terá de ficar de fora por estar cedido por empréstimo ao Galo.

Caso quisesse escalar o volante, o Atlético-MG teria de desembolsar nada mais, nada menos que R$ 1 milhão ao Tricolor, conforme estipulado em uma das cláusulas do contrato de empréstimo assinado pelos dois clubes.

Emprestado pelo São Paulo no início de abril, Tchê Tchê já disputou 15 jogos pelo Atlético-MG e foi cedido para que o clube do Morumbi pudesse reduzir sua folha salarial. A diretoria tricolor aproveitou o fato de o volante ser bem quisto por Cuca para fechar o negócio.

Publicidade

Com a saída de Tchê Tchê do elenco comandado por Crespo, outros nomes ganharam espaço no São Paulo. Liziero voltou de lesão no tornozelo e rapidamente se transformou em titular da equipe, chegando até mesmo a ser convocado para a Seleção Olímpica. A consolidação de Rodrigo Nestor e a chegada do experiente William preencheram de vez qualquer lacuna deixada pelo antigo camisa 8 tricolor, agora no Atlético-MG.

Tchê Tchê assinou contrato por empréstimo com o Galo até maio de 2022, com opção de compra fixada em 3,5 milhões de euros (R$ 21,6 milhões). Caso o jogador atinja a marca de 25 jogos oficiais pelo clube, o São Paulo recebe mais R$ 500 mil. Entretanto, se o Atlético-MG decidir comprá-lo, esse meio milhão é abatido.

Leia também