São Paulo joga para evitar crise pós-título e quebra de tabu de três décadas na Copa do Brasil

63

GloboEsporte

José Edgar de Matos

Time não é eliminado por equipe de divisão inferior desde 1990; 4 de Julho é o rival no Morumbi.

Mais do que R$ 1 milhão de bonificação, a ida do São Paulo para as oitavas de final da Copa do Brasil significa dois pontos importantes para um momento de recente quebra de jejum e título do Paulistão. Contra o 4 de Julho nesta terça-feira, às 19h (de Brasília), no Morumbi, a equipe de Hernán Crespo joga para evitar a crise e sustentar uma superioridade de três décadas.

Publicidade

A comissão técnica comandada pelo argentino conquistou o Paulistão e encerrou um período de quase nove anos sem títulos do São Paulo. A vitória sobre o Palmeiras há pouco mais de 15 dias, porém, acaba entrelaçada com a possibilidade de um vexame na Copa do Brasil.

Com uma equipe repleta de desfalques e jogadores suplentes, o São Paulo perdeu por 3 a 2 para o 4 de Julho no duelo de ida, disputado há uma semana. Para evitar a queda para uma equipe da Série D, a equipe precisa de uma vitória por dois gols de diferença.

São Paulo precisa de uma vitória por dois gols de diferença para passar de fase — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

São Paulo precisa de uma vitória por dois gols de diferença para passar de fase — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

As disparidades esportiva e financeira entre os dois clubes são evidentes e ressaltadas até pelo técnico Hernán Crespo, como na opinião exposta depois da derrota na ida, em resposta que foge do lugar-comum dos discursos geralmente repetidos no futebol brasileiro.

– O São Paulo está seguramente dois ou três gols acima do 4 de Julho, mas não basta só dizer isso. Nós devemos merecer e temos a possibilidade de fazer isso na próxima semana – declarou o treinador, que volta ao banco depois de ter desfalcado o time contra o Atlético-GO.

Coletiva do técnico do São Paulo após derrota para o 4 de Julho

Coletiva do técnico do São Paulo após derrota para o 4 de Julho

Além de Crespo, a equipe não deve poupar ninguém para evitar a eliminação precoce. As exceções estão nos desfalques (Daniel Alves, Arboleda, Liziero, Luan e Benítez), mas nomes como Luciano, Rodrigo Nestor, Miranda e Reinaldo devem figurar entre os titulares para buscar a classificação.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Luciano, atacante do São Paulo, treinou e deve ir para o jogo nesta terça-feira — Foto: Erico Leonan / saopaulofc

Luciano, atacante do São Paulo, treinou e deve ir para o jogo nesta terça-feira — Foto: Erico Leonan / saopaulofc

Segundo Alexandre Giesbrecht, pesquisador especialista na história são-paulina, o São Paulo perdeu oito partidas de ida para equipes de divisões inferiores na Copa do Brasil. Porém, somente em um confronto acabou eliminado (justamente no primeiro).

Quando utilizou também um “expressinho”, uma equipe alternativa, o São Paulo caiu para o Criciúma (então na Série B) em 1990, após perder por 2 a 0 no Heriberto Hulse e vencer por 1 a 0 no Morumbi. De resto, sete classificações na sequência antes do decisivo duelo contra o 4 de Julho.

Confira os confrontos anteriores com derrota são-paulina na ida:

1990
Criciúma 2 x 0 São Paulo
São Paulo 1 x 0 Criciúma

1993
Rio Branco-AC 1 x 0 São Paulo
São Paulo 3 x 1 Rio Branco-AC

2000
Comercial-MS 2 x 1 São Paulo
São Paulo 3 x 0 Comercial-MS

2002
Treze-PB 1 x 0 São Paulo
São Paulo 4 x 1 Treze-PB

Figueirense-SC 3 x 1 São Paulo
São Paulo 6 x 1 Figueirense-SC
(Acesso à Série A só definido após os confrontos pela Copa do Brasil)

2003
São Raimundo-AM 2 x 0 São Paulo
São Paulo 6 x 0 São Raimundo-AM

2011
Santa Cruz-PE 1 x 0 São Paulo
São Paulo 2 x 0 Santa Cruz-PE

2014
CRB-AL 2 x 1 São Paulo
São Paulo 3 x 0 CRB-AL

Leia também

1 COMENTÁRIO