Casares admite avanço do São Paulo por Benedetto e vê Calleri longe: “Valores estratosféricos”

681

GloboEsporte

Eduardo Rodrigues

Presidente do Tricolor detalha negociações para contratar um atacante.

O São Paulo mantém cautela, mas admite que há evolução nas conversas com o Olympique de Marselha para a contratação do atacante argentino Darío Benedetto.

Publicidade

Em entrevista ao ge, o presidente Julio Casares afirmou que não há pressa para fechar o negócio, que tem avançado nos últimos dias.

– O São Paulo monitora sempre jogadores, como foi Rigoni, dos outros contratados. E centroavante não foi diferente. O São Paulo manteve conversa com Calleri e mantém com o Olympique, mas não está como a mídia está dizendo, de faltando detalhes. Tem um interesse, tem boas conversas entre São Paulo e Olympique. As coisas estão caminhando – disse Casares.

– Mas não é assim de faltar ajuste ou detalhe. Está em um processo. O São Paulo hoje é muito responsável no sentido de que tudo tem de ser feito dentro de uma linha de orçamento e realidade – completou.

Benedetto atualmente defende o Olympique de Marselha — Foto: YANN COATSALIOU / AFP

Benedetto atualmente defende o Olympique de Marselha — Foto: YANN COATSALIOU / AFP

O presidente reforçou a cautela, apesar do otimismo pelo desfecho positivo na negociação. O exemplo foi a negociação recente com Calleri, que não deve prosperar após a pedida de valores do Deportivo Maldonado, clube uruguaio dono dos direitos econômicos do jogador.

– Por exemplo, com o Calleri tinham conversas, mas quando a coisa partiu para valores estratosféricos que fugiram da realidade de uma contratação, o São Paulo recuou. E no caso do Benedetto tem conversas sim com o Olympique. Houve um monitoramento, está tendo conversas com o clube dele, e aí tem uma série de composições financeiras, de salário…

– Está em processo de conversas. Se eu falar que faltam detalhes, parece que falta uma assinatura, um ajuste, não está. Está sendo construído, cada dia avança um pouquinho.

Sobre Calleri, Casares reforçou que não há negócio nas atuais bases:

– Naquelas sondagens iniciais que foram passados alguns valores, o São Paulo não vai prosseguir. Se hoje estamos vivendo essas dívidas que estamos pagando, com sofrimento do custeio, do dia a dia, até do reflexo em campo, não podemos fazer contas acima da nossa capacidade. Nós iríamos fazer a mesma coisa que herdamos, uma dívida impagável, que comprometa a instituição. (…) Não vamos fazer loucura que comprometa a instituição.

A contratação de um centroavante é uma prioridade da diretoria. O técnico Hernán Crespo tem tido dificuldades na posição. Eder, contratado neste ano, sofre com lesões recorrentes, enquanto Pablo não agrada. O argentino já testou Vitor Bueno na função, sem sucesso também.

A intenção é viabilizar a chegada desse jogador a tempo de inscrevê-lo para as quartas de final da Libertadores, prevista para começar em 11 de agosto. Nesta terça, o São Paulo venceu o Racing por 3 a 1 fora de casa e avançou no torneio.

Na última temporada pelo Olympique de Marselha, Benedetto marcou seis gols em 41 jogos.

Leia também

1 COMENTÁRIO