Ceni projeta ‘ataque dos sonhos’ no São Paulo com Calleri, Rigoni e Luciano

236

UOL

Diego Iwata Lima

Após a derrota para o Red Bull Bragantino, Rogério Ceni deu pistas de como pretende montar o sistema ofensivo do São Paulo quando tiver todo o elenco à disposição. Isso porque o treinador tricolor projetou formar futuramente um trio de ataque com Jonathan Calleri, Emiliano Rigoni e Luciano. Os três jogadores juntos participaram de mais da metade dos gols anotados pelo São Paulo no Campeonato Brasileiro. A equipe paulista tem 22 gols na competição. Desses, três foram marcados por Calleri, um por Luciano e quatro por Rigoni. O último ainda deu quatro passes para gol, totalizando 12 participações para o trio.

A contribuição da trinca poderia ser ainda maior se o Pablo não tivesse atravessado lance de Luciano, que fatalmente faria o gol após driblar o goleiro Cleiton na derrota de ontem (24), em Bragança. “Acho que o Luciano joga melhor na posição que jogou hoje, como segundo atacante, lado a lado com o Pablo. Claro que é possível jogar Luciano, Calleri e Rigoni. Vamos ver como fica melhor encaixar o time para que eles joguem”, declarou o técnico.

Publicidade

A formação não seria inédita. No empate em 1 a 1 com o Santos, no último dia 7, o então técnico tricolor Hernán Crespo iniciou o confronto com os três. Mas Luciano atuou mais recuado, como um meia, com Marquinhos formando trio de frente com os argentinos. Rogério, por sua vez entende que Luciano deva jogar mais à frente. Mas em 11 de outubro, no empate em 0 a 0 com o Cuiabá, Rigoni teve constatada uma lesão muscular na coxa esquerda e ainda não esteve à disposição de Rogério. Desse modo, o treinador ainda aguarda a oportunidade de poder juntá-los – o que também afastaria Pablo de uma possível titularidade.

LEIA TAMBÉM: