São Paulo busca aproveitamento de líder para evitar pior campanha do time no Brasileirão desde 2006

30

GloboEsporte

Tricolor tem 42 pontos e, na 14ª posição, ainda sofre ameaça de rebaixamento

O São Paulo precisará de um aproveitamento de líder do campeonato para evitar terminar o Brasileiro deste ano com a pior campanha do clube no torneio desde que ele passou a ser disputado por 20 clubes em pontos corridos, em 2006.

Até hoje, a menor pontuação do São Paulo na competição aconteceu em 2013 e 2017, quando terminou com 50 pontos em 38 rodadas.

Publicidade

Após o empate sem gols com o Athletico-PR, na última quarta-feira, no Morumbi, a equipe comandada por Rogério Ceni chegou aos 42 pontos, na 14ª posição, a quatro rodadas do fim do Brasileiro.

Rigoni lamenta lance perdido em São Paulo x Athletico — Foto: Marcos Ribolli

Rigoni lamenta lance perdido em São Paulo x Athletico — Foto: Marcos Ribolli

Para alcançar os 51 pontos, terá que conquistar nove dos 12 pontos que faltam, um aproveitamento de 75%, superior ao do líder do campeonato: o Atlético-MG venceu 73,5% dos pontos que disputou até agora.

A missão é complicada para um time que só venceu dois jogos seguidos no Brasileiro na 10ª e 11ª rodada, ao bater Internacional e Bahia, e tem o segundo pior ataque da competição, com 26 gols marcados.

O empate em casa, com mais de 43 mil torcedores nas arquibancadas, manteve o São Paulo ainda ao alcance do rebaixamento.

A equipe está a cinco pontos do Bahia, que abre a zona da degola, com 37 pontos – e um jogo a menos do que os paulistas.

No sábado, o São Paulo volta ao Morumbi para mais um confronto direto nessa disputa para evitar a Série B.

O time encara o Sport, vice-lanterna, em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileiro. O duelo da 35ª rodada está marcado para o próximo dia 2 de dezembro, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

LEIA TAMBÉM: