Análise: empate com boa atuação devolve confiança ao São Paulo após semana de jogos ruins

173

GloboEsporte

Leonardo Lourenço

Desempenho contra o Bragantino ameniza má impressão após duelos com Flamengo e Juventude.

O São Paulo conseguiu amenizar a péssima impressão deixada após o empate com o Juventude, na última semana, com um outro empate, o de sábado, contra o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista.

Publicidade

Se o resultado na Copa do Brasil foi melhor do que o desempenho, no duelo pelo Brasileirão a situação se inverteu: o 1 a 1 poderia ter se transformado em vitória pela boa atuação tricolor contra a equipe do interior.

Eder comemora gol pelo São Paulo contra o Bragantino — Foto: Diogo Reis/AGIF

Eder comemora gol pelo São Paulo contra o Bragantino — Foto: Diogo Reis/AGIF

Não foi algo primoroso, mas ajuda a equipe a recuperar confiança após uma semana que começou com outro jogo ruim, este uma derrota incontestável por 3 a 1 para o Flamengo.

O técnico Rogério Ceni fez alterações importantes na equipe titular: Arboleda ganhou uma vaga na zaga ao lado de Diego Costa, e Léo foi deslocado para a lateral esquerda. No meio, Andrés Colorado foi o volante, e Nikão e Patrick começaram a partida atuando abertos, pelos lados, com Calleri centralizado.

A intenção, segundo o próprio treinador contou antes da partida, era ter uma equipe mais alta – o Bragantino tem a bola alta como ponto forte, reconhecidamente – e que ficasse mais com a bola.

Melhores momentos: Bragantino 1 x 1 São Paulo pela 3ª rodada do Brasileirão 2022

Mas a ideia falhou logo de cara: com dois minutos, a defesa vacilou numa cobrança de escanteio e Alerrandro abriu o placar.

A posse de bola o São Paulo conseguiu, mas sem transformar em muitas jogadas de perigo. Calleri, isolado, brigava muito, mas poucas vezes em condições de finalizar. Patrick e Nikão se apresentavam, mas não funcionou.

Ceni voltou com o mesmo time do intervalo. As primeiras alterações, antes dos 20 minutos, resolveram os problemas do time.

Igor Gomes ouve instruções de Rogério Ceni em Bragantino x São Paulo — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Igor Gomes ouve instruções de Rogério Ceni em Bragantino x São Paulo — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

O técnico corrigiu uma dificuldade ao colocar Welington no lugar de Léo, que não conseguia apoiar o ataque e deu um companheiro a Calleri com a entrada de Eder.

Deu resultado rápido: cinco minutos depois, Welington chegou perto da linha de fundo e cruzou para Eder, que, bem colocado, nem precisou pular muito para cabecear no contrapé do goleiro Cleiton.

Houve depois uma oportunidade de virar o jogo, mas a finalização de Eder, acionado por Igor Gomes, parou na trave.

O 1 a 1 poderia ter sido melhor para o São Paulo, mas a atuação ajuda a equipe a se recuperar de uma semana ruim.

O time agora se prepara para ir à Bolívia, onde na quinta-feira enfrenta o Jorge Wilstermann pela Copa Sul-Americana. No Brasileiro, o São Paulo volta a campo na segunda-feira, dia 2 de maio, contra o Santos, no Morumbi.

LEIA TAMBÉM: