Corinthians x São Paulo: Salvio diz que bola na mão de Renato Augusto não configura pênalti

162

GloboEsporte

Tricolor reclamou muito do lance; depois, Timão teve gol anulado por impedimento.

Aos 19 minutos do primeiro tempo do clássico entre Corinthians e São Paulo, neste domingo, na Neo Química Arena, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, o VAR entrou em ação para analisar um possível pênalti para o Tricolor. Mas a resolução incomodou os são-paulinos.

Depois de cobrança de escanteio e disputa entre Jô e Diego Costa, a bola caiu em cima de Renato Augusto, caído no chão, e ele tocou com a mão antes de ser atingido no rosto.

Publicidade
Renato Augusto, caído, toca com a mão na bola — Foto: Reprodução

Renato Augusto, caído, toca com a mão na bola — Foto: Reprodução

Sálvio Spínola, comentarista da Central do Apito, concordou com a não-marcação do pênalti para o São Paulo. Para ele, a equipe de arbitragem acertou na análise:

– Esta (mão) é proteção, e a bola ia para o chão, sem ação de bloqueio. É autoproteção, o que a regra permite.

Mais adiante, aos 35 minutos, o Corinthians abriu o placar com Jô após cruzamento de Renato Augusto. Mas, após análise do VAR, o gol foi anulado porque o meia estava impedido no começo da jogada.

– O bandeirinha estava atrás do Renato Augusto. Mas o VAR acertou – resumiu Salvio.

LEIA TAMBÉM: