Críticas fazem São Paulo tomar medidas jurídicas contra Daniel Alves

123

GloboEsporte

Leonardo Lourenço

Acordo para saída do jogador, assinado no ano passado, tem cláusula que veta manifestações de ambas as partes; recentemente, o lateral do Barcelona criticou o Tricolor publicamente.

O São Paulo reforçou ao lateral-direito Daniel Alves a necessidade de cumprimento de uma cláusula que proíbe manifestações críticas de ambas as partes e que consta no acordo de rescisão do jogador, assinado no ano passado.

Publicidade

Foram tomadas as “medidas jurídicas cabíveis”, segundo uma pessoa com conhecimento da relação. O São Paulo não descarta levar o caso à Justiça caso seu ex-jogador volte a fazer críticas ao clube.

Daniel Alves deixou o São Paulo em 2021 — Foto: Staff Images / CONMEBOL

Daniel Alves deixou o São Paulo em 2021 — Foto: Staff Images / CONMEBOL

Recentemente, declarações do jogador incomodaram dirigentes do São Paulo.

Em documentário que está no ar em uma plataforma de streaming da Fifa, Daniel Alves comentou sobre o período em que esteve no Morumbi:

– Chegou no limite, entendeu? Essa é a real. Cheguei no meu limite. Durante as Olimpíadas comecei a pensar muito se eles estavam me fazendo bem. Quando começa a viver lindos momentos, em lugares diferentes, você começa a comparar a coisa boa, a coisa ruim. A abelha não tem tempo de ensinar para a mosca que mel é melhor do que merda – afirmou Dani Alves.

De Rigoni a Daniel Alves: Casares explica dívidas que o São Paulo tem a pagar com jogadores

No ano passado, após os Jogos de Tóquio, o São Paulo e Daniel Alves acertaram um acordo de rescisão. Segundo balanço financeiro do clube, divulgado no mês passado, o clube devia, em dezembro, quase R$ 23 milhões. O clube afirma que as parcelas mensais estão sendo pagas sem atraso.

LEIA TAMBÉM: