São Paulo encaminha venda de Marquinhos e discute detalhes com Arsenal

95

UOL

Brunno Carvalho

O São Paulo encaminhou a venda de Marquinhos para o Arsenal. Os dois clubes discutem os últimos detalhes da transação que renderá entre 3 milhões (R$ 15,7 milhões) e 3,5 milhões de euros (R$ 18,3 milhões). Mesmo sem o contrato já ter sido assinado, a diretoria avisou o técnico Rogério Ceni de que Marquinhos não poderá mais ser utilizado, como mostrou a coluna do Menon. Ele está fora, inclusive, da lista de relacionados que será feita para o jogo contra o Cuiabá, no domingo, pelo Brasileirão.

Um dos detalhes ainda em discussão entre as duas equipes é em relação à data da ida de Marquinhos para a Inglaterra. A tendência é que aconteça antes da janela de transferências de junho, para que ele faça a pré-temporada pelo clube inglês. A negociação com o Arsenal foi vista pelo São Paulo como uma maneira de evitar que ele saísse sem custos. Apesar de ter contrato até 2024, a Fifa reconhece o vínculo apenas até o meio deste ano – Marquinhos assinou por cinco anos quando tinha 16 anos, mas a entidade máxima do futebol permite apenas três anos de vínculo.

Publicidade

O UOL Esporte apurou que o imbróglio judicial preocupou o São Paulo, já que o estafe de Marquinhos chegou a ser sondado diretamente por outros clubes para uma saída sem custos. O São Paulo contou com a ajuda do agente Bruno Paiva, da OTB, para conseguir uma venda que rendesse algum valor para o clube. A venda para o Arsenal deve ser sacramentada nos próximos dias.

LEIA TAMBÉM: