Em novo projeto de inclusão, São Paulo institui Prêmio Diamante Negro

61

Premiação será voltada a ações de combate à intolerância e contribuições para a sociedade

Neste Dia da Consciência Negra, o São Paulo Futebol Clube anuncia a instituição do Prêmio Diamante Negro, que a partir de 2024 homenageará pessoas negras que tenham contribuído com realizações relevantes em pautas raciais e de cidadania.

A ação dá sequência ao trabalho desenvolvido pelo Tricolor em parceria com o Observatório da Discriminação Racial. O principal objetivo é fortalecer o respeito e a pluralidade dentro e fora dos gramados.

O nome da premiação faz referência a Leônidas da Silva, um dos grandes personagens da história do Tricolor e do futebol brasileiro.

O Prêmio Diamante Negro contará com três categorias: personalidade ligada ao esporte; pessoa que tenha desenvolvido uma ação de cidadania no terceiro setor; e colaborador do São Paulo. Os vencedores serão escolhidos por uma comissão multidisciplinar, que deve ser composta por representantes do Clube, da torcida e de organizações ligadas à luta pela igualdade e contra o racismo.

Publicidade

A entrega da primeira edição do Prêmio Diamante Negro está prevista para o próximo Dia da Consciência Negra, 20 de novembro de 2024.

“O São Paulo está sempre atento à inclusão. É impossível falar sobre a história do clube e do país sem citar as importantes realizações de pessoas negras. Esta premiação é uma forma de demonstrar reconhecimento por estes feitos no esporte e na sociedade”, afirmou o Presidente Julio Casares.

SãoPauloFC