Criticado pela torcida, Lucão recebe apoio de Bauza para substituir Maicon

195

GloboEsporte.com

Marcelo Hazan

Em meio à contestação da torcida, zagueiro será titular contra o Figueirense. Ele é incentivado por treinador e atletas. “Já me senti muito mais pressionado”, diz.

Lucão São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net )

Lucão será titular da defesa do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net )

Lucão terá a missão de substituir Maicon na defesa do São Paulo contra o Figueirense, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Florianópolis, pela quinta rodada do Brasileirão. Tarefa aparentemente complicada para quem sofre com forte rejeição de parte da torcida tricolor e vai ocupar a vaga de um dos jogadores mais identificados com os são-paulinos, fora por causa de um desconforto muscular.

– Seja o Maicon, o Lugano ou o Rodrigo Caio, a responsabilidade é a mesma. Defendo as cores do São Paulo. Isso que vale. Vou dar o melhor e fazer a minha parte, tentando substituir (o Maicon) à altura – disse Lucão.

Apesar das críticas, o defensor de 20 anos recebe apoio do técnico Edgardo Bauza e dos atletas. Calejado com os momentos ruins, ele usa o próprio passado recente para enxergar panorama mais favorável agora.

– Acho que já me senti muito mais pressionado em relação a isso. Sou muito tranquilo. Só tento dar o meu melhor para o time. Não só o Bauza (dá apoio), mas todo o elenco. Temos algo muito bacana nesse grupo e o torcedor enxerga: não tem vaidade. Independentemente de qualquer coisa o grupo está unido. O mais importante é que todos se ajudam. Eu, Kardec ou quem seja recebe ajuda durante o momento difícil que estiver passando. Isso é o mais importante em um elenco que quer ser campeão – disse o zagueiro.

O discurso de apoio do elenco é confirmado por Wesley, outro que sofreu com altos e baixos desde o início da trajetória no Tricolor, em 2015.

– Se a gente não se ajudar ninguém mais pode fazer nada. Quem passa por momento difícil, desde um jogador novo até o mais experiente, também quer ajudar. E ter um grupo bacana ajuda a não deixar nenhum jogador ser questionado. Ficamos tristes, mas unidos para dar a volta por cima – afirmou o volante.

Falhas

O apoio de Bauza e do elenco é fundamental para Lucão, marcado por falhas. No fim de 2015, ele foi protagonista negativo da goleada por 6 a 1 sofrida para o Corinthians, na arena de Itaquera. Neste ano, o zagueiro cometeu pênalti na estreia do Paulistão, contra o RB Brasil, em lance que originou o empate por 1 a 1 (veja no vídeo acima). A jogada ocorreu poucos minutos após ele entrar em campo. Depois, o defensor deu de presente para Lucca o primeiro gol do Corinthians na derrota por 2 a 0 na Arena, também pelo estadual (confira no vídeo abaixo).

Os erros de Lucão e o bom desempenho do trio Lugano, Rodrigo Caio e Maicon tiraram o zagueiro do time. Recentemente, ele voltou a ter chances nos times reservas contra São Bento (derrota por 1 a 0 no Paulistão) e Botafogo (vitória por 1 a 0 no Brasileirão). A última oportunidade veio no empate por 1 a 1 diante do Coritiba, acompanhada de um susto: o defensor quase fez um gol contra, evitado pelo travessão de Denis. Apesar disso, o momento positivo da equipe lhe credencia a dar a volta por cima.

– Sim, dá mais confiança. Falamos no vestiário que quem entrar precisa ajudar. Isso tem acontecido e os resultados estão vindo. Isso é o mais legal: seja titular ou não, quem joga está ajudando. Isso faz diferença – afirmou.

Lucão será titular pelo lado esquerdo da defesa ao lado de Lugano, responsável por lhe dar conselhos. Ídolo da torcida, o uruguaio chegou a defendê-lo em público nesta temporada, pedindo compreensão à torcida e o fim das vaias direcionadas.

– Ele conversa em relação aos atacantes, porque enfrentou muitos. Fala sobre o jeito de jogar: “Domina assim, faz isso, fecha o chute”. Esses toques dele têm sido essenciais para adquirir mais experiência de jogo – disse.

São Paulo apresenta novo patrocínio, e diretoria comemora nova fase

Lyanco São Paulo  (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)Lyanco é elogiado pela torcida do São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Preferência da torcida por Lyanco

A oportunidade para Lucão surgiu também por conta da amigdalite de Lyanco, desfalque diante do Figueirense. Em comentários no GloboEsporte.com e nas redes sociais, os são-paulinos mostram preferência pelo jovem convocado pela seleção da Sérvia sub-20.

– Prefiro não olhar (as redes sociais). O principal é fazer o meu papel, independentemente de quem entrar jogando. Tento fazer o melhor e agradar a todos – disse.

Lucão e Lyanco têm os nomes envolvido em uma possível negociação com o Porto, dono dos direitos econômicos de Maicon. O defensor está emprestado até 30 de junho e o Tricolor tenta viabilizar sua permanência, com uma eventual troca e compensação financeira. O contrato de Lucão é válido até junho de 2019. O jogador trocou de assessoria de imprensa e de empresário – trabalhava com Giuliano Bertolucci e agora é representado pelo tio Jeferson Silva. O objetivo é melhorar a imagem.

– Foram decisões tomadas sempre pensando no meu melhor, na minha imagem. Agradeço o trabalho realizado anteriormente, mas visando o futuro preferi trocar – disse.

Veja informações do São Paulo para a partida contra o Figueirense:

Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis
Data e horário: quarta-feira, às 21h45 (de Brasília)
Escalação provável: Denis; Bruno, Lucão, Lugano e Matheus Reis; Thiago Mendes, Wesley, Kelvin (Auro), Ganso e Centurión; Alan Kardec.
Desfalques: Maicon, Lyanco, Calleri, Wilder, Breno, Rodrigo Caio, Caramelo, Carlinhos, Mena, Michel Bastos e Hudson
Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS), auxiliado por Rafael da Silva Alves (RS) e Lucio Beiersdof Flor (RS)
Transmissão: TV Globo para SP, PR, MS e MT (com Cleber Machado, Caio Ribeiro e Paulo César Oliveira) e Premiere (com André Lino e Paulinho Criciúma)
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 20h45

4 COMENTÁRIOS

  1. O Recado foi dado, estava prevendo, leve toque para dar assistência para o Rafael moura, aff, até quando. Lucão. ?

  2. Sera que não existe mais ninguém ? Só pode ser coisa de empresario.
    Qualquer moleque da base seria menos perigoso para nós. Esse cara é um perigo, só no ultimo jogo que fez, meteu uma na nossa trave e atrasou duas errada.

  3. O Lucão é novo e a torcida tem que ter paciência com ele, mas ele tem que aproveitar esses jogos contra adversários mais fáceis para mostrar que tem potencial e personalidade – o Figueirense é um dos mais cotados ao rebaixamento.

    Na posição que ele joga, é muito mais difícil para alguém das categorias de base se firmar. Só lembrando, bons jogadores como o Edmílson que foram lançados da base e jogaram bastante tempo de zagueiro no SPFC sempre foram questionados…. Edmílson depois jogou por grandes clubes Europeus (como o Barcelona) e foi titular no tetracampeonato da seleção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

nove − cinco =