Reforços e pressão diminuem espaço de garotos da base no São Paulo

Número de atletas revelados em Cotia escalados por Dorival cai jogo a jogo

469

São Paulo abriu a temporada de 2018 com grande foco em aproveitar mais os garotos da base, trabalho do qual o técnico Dorival Júnior é totalmente adepto.

Com a sequência de jogos, no entanto, as novas contratações e a pressão por um rendimento melhor pouco a pouco foram tirando o espaço dos atletas de Cotia no time titular.

Desde a primeira rodada do Paulistão até a décima partida da temporada, o número de garotos escalados caiu. Nos últimos quatro jogos, só Éder Militão foi titular.

Há um contexto para essa situação:

  • Dorival escalou um time alternativo na estreia. O planejamento era rodar o elenco e poupar os jogadores, já que a pré-temporada de 12 dias não deu sustenção física para todos aguentarem a sequência de partidas.
  • Cueva se apresentou com seis dias de atraso, foi multado e acabou afastado por pedir para não ser relacionado contra o Mirassol, pela terceira rodada do Paulista, quando foi alvo de uma proposta para sair. Todo o processo de erros fez o peruano perder quatro partidas.
  • Os reforços Nenê, Tréllez e Valdívia foram contratados com as competições em andamento.
Garotos do São Paulo receberam trote de Petros no começo da temporada (Foto: Reprodução/Instagram)
Garotos do São Paulo receberam trote de Petros no começo da temporada (Foto: Reprodução/Instagram)

– É muito fácil falar para colocar garoto. Legal. Eu mais do que ninguém gosto de fazer isso. Mas em um momento como esse pode ter certeza que as cobranças seriam em cima dos garotos, como é feita, e talvez até em maior condição, com profissionais mais experientes. Temos de ter tranquilidade. Os garotos estão sendo usados. Um dia entra Paulo Bóia, no outro dia entra Shaylon, entra Lucas Fernandes, Brenner. Todos eles foram usados. Aos poucos eles vão se posicionando – disse Dorival, na última quarta-feira.

Na última quinta-feira, Raí disse ao GloboEsporte.com que Dorival tem autonomia para extrair o melhor de todos e alcançar um melhor desempenho coletivo. O comandante está pressionado, mas foi mantido no cargo.

Há uma cobrança sobre Dorival em relação a encontrar uma maneira de aproveitar melhor as promessas da base, mesmo que seja durante a partida. O técnico, no entanto, tem se sentido desconfortável por entender precisar escalar as principais peças do time juntas, o que dentro de campo não tem dado certo.

Veja abaixo como foram as oportunidades dos garotos da base nos dez primeiros jogos:

  1. São Bento (time alternativo): Rony, Paulo Henrique, Pedro Augusto, Araruna, Bissoli e Júnior Tavares foram titulares (seis). Brenner e Marquinhos Cipriano entraram durante o jogo (dois)
  2. Novorizontino (time normal): Éder Militão, Shaylon, Brenner e Lucas Fernandes (quatro). Caíque entrou durante o jogo (um).
  3. Mirassol: Éder Militão, Shaylon e Brenner (três). Lucas Fernandes, Caíque e Paulinho entraram (três).
  4. Corinthians: Éder Militão, Shaylon, Brenner (três). Caíque e Paulinho entraram (dois).
  5. Madureira: Éder Militão, Araruna, Shaylon e Brenner (quatro). Bissoli, Paulinho e Lucas Fernandes entraram (três).
  6. Botafogo-SP: Éder Militão e Brenner (dois). Shaylon entrou (um).
  7. Bragantino: Éder Militão (um). Brenner entrou (um).
  8. CSA: Éder Militão (um). Caíque e Shaylon entraram (dois)
  9. Santos: Éder Militão (um). Brenner entrou (um).
  10. Ituano: Éder Militão (um). Shaylon entrou (um).

* Revelado em Cotia, Rodrigo Caio não entra nos dados, pois está na sua oitava temporada no time profissional

Dorival Júnior tem diminuído espaço para garotos da base do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Dorival Júnior tem diminuído espaço para garotos da base do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
– Acho que a base é a força de um clube do futebol. As maiores vendas são feitas na base: Jesus no Palmeiras, os dois do São Paulo, no Flamengo. Nosso objetivo é fazer um grande trabalho. Não deixar essa distância que existe de Cotia para cá. Queremos trazê-los e eles têm de sentir o que é o São Paulo. Fazer esse trabalho da base com o profissional é o que me mexe. Queremos encurtar essa distância. Já é um bom trabalho na base e podemos melhorar – disse Ricardo Rocha, no início do ano.

– Renovar com os garotos é uma prioridade, já existe um movimento nesse sentido. Pelo que representa o São Paulo, time que mais revelou nos últimos anos. É importante ter um treinador que acredite nisso, e também tomar todo o cuidado para que eles consigam performar na equipe principal – disse Raí, durante entrevista no começo da temporada.

O aproveitamento dos “carecas”

Gabriel Sara: treinou com os profissionais e desceu para jogar a Copinha e a Libertadores Sub-20
Bissoli: fez dois jogos no profissional. Relacionado pela última vez contra o Bragantino.
Rony: jogou a estreia contra o São Bento e foi emprestado ao CSA.
Pedro Augusto: atuou na estreia contra o São Bento e não é relacionado desde o duelo contra o CSA.
Paulinho: fez dois jogos e foi relacionado pela última vez contra o Bragantino.
Paulo Henrique: atuou em dois jogos e foi relacionado pela última vez contra o Bragantino.
Brenner: fez oito jogos e dois gols. Não ficou fora de nenhuma lista de relacionados.
Caique: atuou quatro vezes. Só ficou fora de uma lista de relacionados, contra o Bragantino.
Marquinhos Cipriano: atuou na estreia, foi relacionado para o segundo jogo, diante do Novorizontino, e nunca mais foi convocado. Tem negociação arrastada para renovar o contrato válido até setembro.

A sequência de jogos e as escalações do São Paulo em 2018:

1ª rodada Paulistão – 17/01 – quarta-feira – 19h30 – São Bento 0x2 São Paulo – Walter Ribeiro
Sidão; Bruno, Rony, Aderllan e Reinaldo; Paulo Henrique, Pedro Augusto e Araruna (Marcos Guilherme); Maicosuel (Brenner), Bissoli e Júnior Tavares (Marquinhos Cipriano).

2ª rodada Paulistão – 20/01 – sábado – 19h – São Paulo 0x0 Novorizontino – Morumbi
Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros e Shaylon; Marcos Guilherme (Caíque), Brenner (Cueva) e Lucas Fernandes (Diego Souza).

3ª rodada Paulistão – 24/01 – quarta-feira – 21h45 – Mirassol x São Paulo – Municipal de Mirassol
Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Petros (Lucas Fernandes) e Shaylon (Paulinho); Marcos Guilherme, Diego Souza e Brenner (Caíque).

4ª rodada Paulistão – 27/01 – sábado – 17h – Corinthians x São Paulo – Pacaembu
Sidão; Militão, Rodrigo Caio, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Petros e Shaylon (Paulo Bóia); Marcos Guilherme, Diego Souza e Brenner (Caíque).

Primeira fase da Copa do Brasil – 31/01 – quarta-feira – 21h45 – Madureira 0x1 São Paulo – Café, em Londrina
Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Araruna (Lucas Fernandes) e Shaylon; Marcos Guilherme, Diego Souza (Bissoli) e Brenner (Paulinho).

5ª rodada Paulistão – 03/02 – sábado – 17h – São Paulo x Botafogo-SP – Morumbi
Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Reinaldo (Edimar); Jucilei, Petros e Nenê (Shaylon); Marcos Guilherme, Brenner (Cueva) e Diego Souza.

6ª rodada Paulistão – 07/02 – sábado – 16h30 – São Paulo x Bragantino – Morumbi
Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Reinaldo; Jucilei, Petros e Nenê (Hudson); Marcos Guilherme, Cueva (Brenner) e Diego Souza (Tréllez).

Segunda fase da Copa do Brasil – 15/02 – quinta-feira – 21h45 – CSA 0x2 São Paulo – Rei Pelé, em Maceió
Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Nenê (Valdívia); Cueva (Shaylon), Diego Souza e Marcos Guilherme (Caíque).

8ª rodada Paulistão – 18/02 – domingo – 17h – São Paulo x Santos – Morumbi
Sidão; Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Petros, Nenê e Cueva (Brenner); Marcos Guilherme (Valdívia) e Diego Souza (Tréllez).

7ª rodada Paulistão (partida adiada) – 15/02 – quinta-feira – 19h – Ituano x São Paulo – Novelli Júnior
Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Reinaldo; Jucilei (Shaylon), Hudson e Nenê (Valdívia); Marcos Guilherme, Diego Souza (Tréllez) e Cueva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

18 − onze =