Empresa cobra São Paulo na Justiça por acordo pela preferência de Luis Fabiano em 2015

156

GloboEsporte

Agente intermediou negócio com o Fenerbahce, que afirmava ter interesse no jogador.

A Kirin Soccer, empresa ligada ao agente Joseph Lee, acionou o São Paulo na Justiça para cobrar pouco mais de R$ 206 mil por ter intermediado um acordo com o Fenerbahce em 2015. Pelo contrato, os turcos pagaram 350 mil euros para adquirir a preferência em uma transferência futura do atacante Luis Fabiano.

A informação foi publicada pelo “Blog do Perrone”, no Uol, e confirmada pelo GloboEsporte.com.

Publicidade

O negócio foi fechado em julho de 2015, quando o São Paulo era presidido por Carlos Miguel Aidar, a seis meses do final do contrato de Luis Fabiano – período em que o jogador poderia assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe.

Ao GloboEsporte.com, a assessoria de imprensa de Luis Fabiano afirmou que o jogador não tinha conhecimento do acordo citado na ação.

Luis Fabiano deixou o São Paulo em 2015 — Foto: Reprodução/Youtube

Luis Fabiano deixou o São Paulo em 2015 — Foto: Reprodução/Youtube

No contrato, o Fenerbahce afirma ter a intenção de adquirir os direitos do jogador em janeiro de 2016 – quando Luis Fabiano já estaria desvinculado do São Paulo, com possibilidade de se transferir de graça para a Europa.

Foi o que aconteceu: Luis Fabiano não renovou com o São Paulo e, em janeiro de 2016, ficou sem contrato. Ele, porém, não viajou para a Turquia, mas sim para a China, onde se juntou ao Tianjin Quanjian, equipe que na época contratou o técnico Vanderlei Luxemburgo e o meia Jadson para ascender da segunda divisão chinesa.

A Kirin Soccer afirma ter acertado uma comissão de 10% do valor total do contrato – 35 mil euros – e não recebeu nada.

O São Paulo ainda não foi notificado da ação.

Leia também: