Grandes paulistas voltam aos treinos com indefinição nas competições; veja balanço

565

GloboEsporte

Após semana de testes da Covid-19 e exames físicos e fisiológicos, clube podem treinar com bola.

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo estão liberados para retomarem normalmente os treinos a partir desta quarta-feira, 1º de julho, conforme determinação do Governo do Estado de São Paulo.

Durante a semana passada, os clube realizaram os testes para coronavírus e outros exames físicos e fisiológicos com os atletas. Com o retorno das atividades com bola, qual o próximo passo? Ainda há total indefinição sobre datas do retorno dos jogos para esse quarteto.

Mas qual o panorama das competições paralisadas e das que ainda precisam começar?

  • Paulistão: não há previsão de reinício. O torneio foi interrompido em março, quando faltavam seis rodadas (duas da primeira fase e quatro do mata-mata). Federação Paulista e clubes ainda não discutiram com o governo do Estado a respeito de datas para a retomada.
  • Libertadores e Sul-Americana: ainda não têm data definida – ambas foram paralisadas em março. A Conmebol estima que em setembro seja possível retornar, depois da Data Fifa que vai de 31 de agosto a 8 de setembro. Para isso, é preciso que o futebol tenha sido retomado em todos os 10 países que formam a confederação e que as fronteiras estejam reabertas.
  • Brasileirão: a CBF estipulou 9 de maio como data para o início da competição. Trata-se de uma projeção, não de uma decisão já tomada. A entidade estima que é o tempo necessário para que todos os clubes e federações estaduais estejam prontos. Os paulistas são contra essa data.
  • Copa do Brasil: a CBF não estipulou ainda uma data para reinício da competição, mas já se sabe que não há como fazer antes de 9 de agosto – o dia previsto para o Campeonato Brasileiro. A CBF quer esperar as definições da Conmebol sobre Sul-Americana e Libertadores, porque a Copa do Brasil normalmente ocupa as mesmas semanas do calendário.

Agora, veja abaixo, um balanço de como foram os testes para coronavírus e da retomada dos treinos em Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo:

Corinthians

Boselli tem a temperatura medida antes de entrar no CT do Corinthians — Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians

Boselli tem a temperatura medida antes de entrar no CT do Corinthians — Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians

O Corinthians realizou 191 testes antes de começar as avaliações físicas presenciais dos jogadores no CT Joaquim Grava. Deste total, 55 pessoas (entre atletas, estafe e funcionários) tiveram contato com o novo coronavírus apresentando anticorpos ou o vírus ativo.

No elenco, oito passaram a primeira semana afastados. Na terça-feira, após nova bateria de exames, todo o elenco foi liberado para os treinamentos.

O CT está totalmente adaptado e funciona com uma série de restrições de segurança. O elenco conta com 28 jogadores, além de quatro garotos que podem ser promovidos: o volante Roni, do sub-23, e o trio do sub-20 Ruan Oliveira, Gabriel Pereira e Matheus Donelli.

Palmeiras

Felipe Melo e Luxemburgo, protegidos por máscaras, durante semana de testes no Palmeiras — Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Felipe Melo e Luxemburgo, protegidos por máscaras, durante semana de testes no Palmeiras — Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras se reapresentou para testes na última segunda-feira pela primeira vez com todos os atletas à disposição. Na primeira rodada de exames, o Verdão identificou um atleta com Covid-19 e outros três que já estavam recuperados.

Na Academia de Futebol, os palmeirenses tiveram protocolo especial para as atividades em campo, com orientações dos profissionais da área de saúde e trabalho individualizado. Para evitar aglomeração, o elenco foi dividido em grupos, que treinaram em horários alternativos no local.

Na semana passada, Felipe Melo promoveu uma festa de aniversário em casa com convidados. Ele foi advertido pela diretoria e pediu desculpas. Como medida de segurança, o zagueiro e todas as pessoas do clube que participaram do evento realizaram novos testes.

Santos

Jesualdo passa por teste de Covid-19 no CT do Santos  — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Jesualdo passa por teste de Covid-19 no CT do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos realizou 74 testes de Covid-19 na primeira bateria de exames. Ao todo, apenas um jogador e oito funcionários foram diagnosticados com o novo coronavírus. Só quem já estava imunizado ou não teve contato com o vírus iniciou os testes físicos e clínicos com os companheiros.

Para evitar aglomerações e propagação do novo coronavírus, o Santos dividiu o elenco em grupos. As atividades, antes do retorno dos treinamentos com bola, foram realizadas no período da tarde.

O CT Rei Pelé foi desinfectado antes de receber os jogadores e sofreu uma série de adaptações, como um túnel por onde os atletas passam quando chegam ao centro de treinamento. O elenco também já vai para o local com o uniforme de treino para não frequentar vestiários.

São Paulo

Fernando Diniz, técnico do São Paulo, super protegido durante atividade no CT da Barra Funda — Foto:  Rubens Chiri / saopaulofc.net

Fernando Diniz, técnico do São Paulo, super protegido durante atividade no CT da Barra Funda — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Entre 90 pessoas examinadas, o São Paulo informou que um jogador e um funcionário foram diagnosticados com Covid-19 e ficaram afastados dos testes clínicos, físicos e fisiológicos. O CT da Barra Funda está com protocolo especial para respeitar as orientações das autoridades de saúde.

O elenco será dividido em dois grupos de trabalho, com 14 jogadores de linha cada. O treino dos goleiros é específico e à parte. Durante a pré-temporada, o clube planeja passar um período no CT da base, em Cotia, onde a estrutura é maior e será possível concentrar os atletas. O prazo deverá ser definido quando houver uma data específica de volta dos jogos do Paulistão.

Leia também:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

onze − 4 =