Crespo admite atuação ruim do São Paulo, mas valoriza entrega: “É Libertadores, tem que lutar”

41

GloboEsporte

Veja como foi a entrevista do técnico do Tricolor após o empate com o Racing, na Argentina.

O São Paulo viveu uma noite ruim. “Imprecisa”, segundo as palavras do próprio treinador Hernán Crespo. Depois do 0 a 0 contra o Racing, em Avellaneda, na noite desta quarta-feira, o comandante do time tricolor enalteceu o espírito da equipe, que sustentou o empate com atuação defensiva segura em um segundo tempo ofensivo abaixo da crítica.

— Muitas vezes queremos jogar um certo tipo de jogo, mas é difícil. Quando o time tem que lutar, luta. Isso é Copa Libertadores. Nós queremos jogar, mas quando temos uma noite difícil, imprecisa, temos que lutar, e o time lutou — elogiou o treinador.

Publicidade

— Acho que foi um jogo muito complicado, mas acredito que o time jogou. Faltou precisão, mas o time lutou. Quando você vem um estádio assim, contra um rival assim, você tem que lutar, e o São Paulo lutou — acrescentou Hernán Crespo, em entrevista concedida após o jogo no estádio El Cilindro.

Hernán Crespo elogiou a entrega do time do São Paulo na Argentina — Foto: Staff images /CONMEBOL

Hernán Crespo elogiou a entrega do time do São Paulo na Argentina — Foto: Staff images /CONMEBOL

O empate sem gols sustentou o São Paulo na liderança do Grupo E da Libertadores. A equipe soma sete pontos, dois a mais do que o Racing, que volta a ser adversário tricolor no próximo dia 18, no estádio do Morumbi.

Antes, no entanto, o São Paulo redireciona o foco para o Campeonato Paulista. No domingo, a equipe encara o Mirassol, fora de casa, pela última rodada da fase de grupos do estadual.

Na sequência, Crespo e companhia pensam novamente na Libertadores. Na próxima quarta, o time vai até o Uruguai para encarar o Rentistas, com possibilidade de no mínimo se aproximar da vaga antecipada para as oitavas de final.

Leonardo Lourenço e José Edgar de Matos analisam o empate do São Paulo com o Racing

Leonardo Lourenço e José Edgar de Matos analisam o empate do São Paulo com o Racing

Confira outras respostas de Crespo:

Próximos jogos, o que precisa melhorar?
—Devemos melhorar em muitos aspectos. Estamos no começo da temporada, fazemos muitos jogos, acredito que temos muita margem para melhorar.

Principais mudanças no São Paulo
—Acredito que temos um grande elenco, um elenco que merece fazer isso que está fazendo, não só na Libertadores. Tivemos três jogos, dois fora de casa, estamos em primeiro no grupo do Paulista, é um esforço físico importante. Mas nós continuamos acreditando que o São Paulo pode fazer uma grande Libertadores e um grande Paulistão.

Time precisa aprender melhor a marcação alta?
—Gostaria de ter tempo para poder treinar essas situações, mas a realidade é que não temos. O Racing fez uma ótima partida, colocou pressão em nós, e nós não tivemos um jogo muito preciso. Mas é normal, quando você joga contra grandes times, de alto rendimento, é normal encontrar dificuldade. Mas acredito, sim, que esse é um dos pontos para melhorar no futuro.

Piatti é marcado por Arboleda em Racing x São Paulo — Foto: EFE/ Marcelo Endelli /POOL

Piatti é marcado por Arboleda em Racing x São Paulo — Foto: EFE/ Marcelo Endelli /POOL

Qual a estratégia ideal para encarar a formação do Racing no 5-3-2?
—Precisamos de tempo de trabalho, que não temos. Como não temos, vamos continuar a jogar e aprender durante o jogo.

Desempenho da arbitragem
— Não gosto de falar da arbitragem.

3 COMENTÁRIOS