Além das 4 linhas – Atrativos

524

O SPFC vem, aos poucos, melhorando seu elenco. Eu vejo 2022 melhor do que 2021 e vejo 2023 melhor do que 2022. A distância para os melhores vem caindo, isso é nítido. Conquistar taça é consequência não obrigatória, mas o clube está ficando mais perto delas.

O tricolor está próximo de anunciar James Rodriguez, e Lucas Moura está negociando. Se acaso vierem, serão atrativos gigantes para levar ao Morumbi ainda mais público, o que ajudará a pagar as caras e necessárias contratações. O futebol sempre teve como principal imã o potencial do time, não adianta tentar fugir disso. Estas duas figuras, se confirmadas e se puderem desempenhar bom futebol, serão diferenciais de um time em formação. O SPFC precisa do seu estádio lotado e de taças para trazer dinheiro em forma de bilheteria, prêmios, direitos de TV, patrocinadores, vendas de camisas oficiais e muitas outras coisas.

O futebol é um grande negócio e como tal precisa de boa organização para oferecer qualidade ao seu mercado consumidor. Quanto melhor a administração, maior a qualidade oferecida. Quanto maior qualidade, mais taças conquistadas. Quanto mais taças, mais torcida presente consumindo, e isso acontecendo, mais dinheiro no caixa, que chamará mais qualidade e o círculo virtuoso tem início.

Publicidade

Estou super animado com a possibilidade do SPFC voltar a ser SPFC. Se hoje o clube tem média de 40.000 torcedores, aposto em média de 50.000 após estas duas contratações. O clube tem a terceira maior torcida do Brasil e um bom estádio com capacidade para 65.000 pessoas. Com bom elenco e taças voltando, a média de público e o valor dos ingressos subirão, trazendo mais dinheiro ao caixa, que poderá trazer melhores elencos.

Precisamos ter em mente a diferença de faturamento entre o SPFC, Corinthians, Palmeiras e o Flamengo, o mais rico disparado que faz seu elenco também ser o mais caro. No último informativo financeiro dos clubes, o SPFC relatou faturamento de 661 milhões em 2022, o Corinthians 737 milhões, o Palmeiras 791 milhões e o Flamengo 1,1 bilhão. A diferença entre o quarto e o primeiro é gigante e os coloca em outra categoria. A única maneira de poder brigar em igualdade de condições é trabalhar para levar mais dinheiro ao caixa, o que pede uma ótima administração.

Voltamos ao ponto crucial do mundo moderno: Capacidade financeira e administrativa.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé no trabalho.

Carlito Sampaio Góes