Além das 4 linhas – A primeira final

187

Dia 29 de maio será a primeira “final” da libertadores 2024 para o SPFC. Pretendo estar no Morumbis para ver o jogo mais importante desta fase. Uma pena o empate na última partida, coisa que certamente prejudicará o clube nos mandos de jogos das próximas fases. O time fez má partida e o zero não saiu do placar, muito por gols perdidos também. O time estava numa maratona insana de jogos, mesmo assim, vi os jogadores muito abaixo de seus rendimentos.

O passado fica no passado e vamos para o jogo contra os argentinos possivelmente com Calleri na frente, o que ajuda demais, não apenas pelos seus gols, mas pelo que ele pode ajudar os demais atletas em campo. O Nestor  está voltando devagar, peça também muito importante. Luciano vive boa fase com Zubeldia. Alan deu segurança na zaga. Lucas está de volta e isso ajuda demais. Hoje li que Rato já treina em campo. Pablo ainda demora a voltar.

Como a fase de oitavas de finais terá início na semana de 14 de agosto e fim na semana de 21 de agosto, imagino que Pablo e Rato estarão de volta. Eu ainda vejo o time principal do SPFC com a escalação da final da copa do brasil com Dorival, que seria: Rafael; Rafinha, Arbolenda, Alan e Wellington; Pablo e Alisson; Rato, Lucas e Nestor; Calleri. Como já escrevi várias vezes, com a possibilidade de 5 trocas durante as partidas, caras como Igor, Bobadilla, Ferreirinha, Luciano, Luiz Gustavo e André podem entrar durante quase todas as partidas, sem contar alguns outros, que também podem substituir alguém cansado, como Galoppo, Patrick, Erick, Ferraresi e Michel.

Publicidade

É inegável que o clube montou um elenco de bom nível dentro das possibilidades financeiras. Muricy declarou que procuram um primeiro volante e um lateral esquerdo, posições com apenas uma opção no banco. Nesta ausência de Calleri vi que a posição do comando do ataque é também carente. Tudo bem que Rato, jogaria de lado e o comando do ataque estaria com outra peça, mas fiquei pensando que falta alguém. A considerar também que na última partida da liberta Lucas estava meia bomba, Calleri contundido e Rato contundido, mas falta um 9 clássico reserva, já que o André é diferente, tem jogado até aberto.

Uma coisa que é importante pensarmos é em Juan, um moleque que está surgindo e não pode ser queimado como tantos já foram, até Casemiro, que foi o melhor primeiro volante do mundo.  Se Zubeldía pensa que o garoto tem futuro, o melhor é dar atenção ao que fala o treinador. A gente fica puto da vida com os gols perdidos, mas o correto é dar tempo aos mais jovens em todas as profissões. Se o clube fosse rico ele jogaria só na boa, mas não é o caso.

De uma maneira geral o clube subiu muito de patamar nos últimos anos e isso é o mais importante. Se isso será o suficiente para conquistas só o tempo dirá.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes