Memórias Tricolor – Campeão Paulista 1987

423

O Campeonato Brasileiro ainda engatinhava, a 16ª edição acabava de terminar, um campeonato muito desorganizado, mas para alegria da Nação Tricolor o São Paulo conquistou o Bicampeonato Brasileiro.

Ao final do Campeonato Brasileiro vencido pelo São Paulo Futebol Clube, o treinador Pepe foi para o Boavista de Portugal e o Tricolor já tinha sua primeira dor de cabeça, contratar um novo treinador. O elenco perdeu sua maior estrela Careca que se transferiu para o Napoli da Itália, e para seu lugar o São Paulo trouxe o jovem atacante Lê da Inter de Limeira, um pedido do ainda técnico Pepe.

Resultado de imagem para sao paulo campeao paulista 1987

O Campeonato Paulista teve início em 15 de março, 20 dias após a conquista do Brasileiro, torneio disputado em turno e returno, sendo o campeão de cada turno avançando e os primeiros colocados na fase geral para completar a disputa de semi-final e final em 2 jogos cada. O Tricolor não deu seu melhor no 1º turno, em 19 jogos foram apenas 6 vitórias frente a 9 empates e 4 derrotas, um total de 21 pontos (cada vitória valiam apenas 2 pontos) e um modesto 6º lugar.

Durante o início do campeonato a diretoria para treinar a equipe trouxe de volta um velho conhecido o técnico Cilinho, campeão em 85, e conhecedor do elenco, afinal foi Cilinho que montou os “Menudos do Morumbi” alguns anos antes.

Para o 2º turno o elenco teve melhor postura foram 9 vitórias, 7 empates e 3 derrotas, um total de 25 pontos e o 2º lugar no returno. Na classificação final o Tricolor ficou em 3º colocado, com 46 pontos, 56 gols marcados e 40 sofridos, foi o melhor ataque do campeonato, porém uma defesa muito vazada, mas afinal o time só jogava para frente.

Para a fase final os jogos ficaram entre Palmeiras (campeão do 1º turno) contra o São Paulo (3º colocado na classificação final), e Corinthians (campeão do 2º turno) contra o Santos (1º colocado na classificação final).

Na primeira partida o São Paulo empatou com o Palmeiras em 0 a 0, porém no segundo jogo uma excelente vitória por 3 a 1 e a classificação para as finais. Na outra chave, o Corinthians passou o carro no Santos na 1ª partida com um 5 a 1, e empate em 0 a 0, estava desenhado o embate final Corinthians e São Paulo, o Majestoso voltava para a disputa maior.

Ambas as partidas marcadas para o Estádio do Morumbi, na época as torcidas eram divididas, 1º jogo 26 de agosto, uma quarta-feira, e a finalissima para o domingo dia 30.

Para o 1º jogo um público de 95.493 torcedores, o São Paulo dominou todo o 1º tempo e já foi para o intervalo com vantagem de 2 a 0, com gols de Edivaldo aos 31 e Lê aos 42 minutos. No segundo tempo o Corinthians voltou mais ligado e aos 8 minutos João Paulo descontou. O São Paulo conseguiu segurar o placar e no final Corinthians 1 x 2 São Paulo. Uma grande vantagem para o 2º jogo 4 dias depois.

Domingo 30 de agosto de 1987, Morumbi lotado, 109.474 torcedores, para o São Paulo bastava segurar o empate, ao Corinthians apenas a vitória interessava. Era óbvio que o adversário viria com todas as forças e o técnico Formiga não poupou o elenco e escalou o que tinha de melhor. Pelo Tricolor o técnico Cilinho entrou com:

Gilmar, Zé Teodoro, Adílson, Darío Pereyra e Nelsinho; Bernardo, Silas e Pita, Müller, Lê e Edivaldo. Que equipe, uma verdadeira seleção, a espinha dorsal montada em 1984, Campeão Paulista em 1985, Brasileiro 86, e agora após 5 meses o São Paulo estava disputando mais um título. Vale ressaltar que os campeonatos estaduais eram super valorizados, e nenhum torcedor abria mão de comemorar.

Com seu melhor elenco o São Paulo logo se impôs, e o Corinthians não conseguia criar muito, o time da Zona Leste sentiu a pressão e viu um São Paulo melhor em campo. Para sacramentar a vitória no 2º tempo o técnico Cilinho trocou Lê pelo volante Paulo Martins e Edivaldo pelo Neto. Era domínio total, sem qualquer chance. O São Paulo chegou a balançar as redes 2 vezes, porém Dulcídio Wanderley Boschilla anulou os gols.

Era ano Tricolor, São Paulo Futebol Clube Campeão Paulista!

Que as Memórias dessa gloriosa campanha empolguem nossa equipe nos próximos dois jogos. Salve São Paulo Futebol Clube, Salve Tricolor Paulista, O Mais Querido!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fotogustavo2-300x300.jpg

Gustavo Flemming, 40 anos de amor ao SPFC, é empresário no segmento de pesquisa de mercado e consultoria em marketing.

Contato: [email protected]

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.