Terças Tricolores – Recomeçando

91

Amigos tricolores, feliz ano novo! Após alguns dias de férias forçadas e de um descanso considerável, voltamos às atividades normais desejando tudo de melhor a todos os tricolores do país e esperando que 2016 possa ser melhor que o ano que se foi.

Falando do nosso São Paulo, consegui acompanhar alguma coisa durante esse período de recesso. O tão falado silêncio da diretoria que foi, inclusive, abordado por mim em duas colunas, se mostrou, pelo menos para mim, um desapontamento considerável. Dei um voto de confiança ao departamento de futebol do SPFC, ainda mais após a chegada de Edgardo Bauza, mas de nada adiantou.

Nos reapresentamos hoje com praticamente o mesmo time que encerrou a mediana participação no campeonato brasileiro do ano passado. A grande dúvida que fica é: SÉRIO que nem o Lugano, que declarou amor ao SPFC por diversas oportunidades, vocês conseguiram trazer? Tipo…SÉRIO?

Não vou nem falar dos outros nomes especulados e factíveis, como Kieza e Renê. Se já é complicado trazer um cara que é um torcedor fanático do SPFC para jogar com a nossa camisa, imagina esses atletas que demonstraram algum potencial ano passado. Podem esquecer!

Reafirmo que confiei e acreditei no silêncio de Leco, Ataíde e Gustavo, mas me decepcionaram na mesma proporção que me surpreenderam com a contratação desse bom técnico gringo que, se não é o Guardiola, pelo menos impõe compactação, vibração e traz alma à equipe.

Dessa forma, sem reforços, sem expectativa de que chegue alguém, não consigo vislumbrar bem o time que Bauza vai escalar. Se fosse apostar, arriscaria algo como: Dênis, Bruno, Rodrigo Caio (Lyanco) e Lucão (Breno); Thiago Mendes, Hudson (Wesley ou Rodrigo Caio) e Ganso; Michel Bastos, Rogério (Centurion) e Kardec.

Diante da nossa crise financeira, acho que o menino Daniel merece ter mais chances, além dos já integrados João Paulo, Matheus Reis e Lyanco, esse, no pouco que vi, um exemplo de raça.  Falando em meninos, vamos ao assunto do momento que está chamando, ou deveria estar pelo menos, a atenção dos tricolores.

A Geração da Copinha: O SPFC tem uma geração de jovens vencedores como há muito não aparecia pelos lados do Morumbi. Campeão de tudo quanto foi título, os meninos começaram bem a caminhada rumo ao título dessa tradicional competição da categoria.

Assisti um pouco da partida de estreia da base e gostei bastante de alguns jogadores. Foguete, Lucas Fernandes e David Neres parecem muito bom jogadores e o volante Banguelê tem um potencial impressionante. Acho que, caso não saiam muitas contratações, como não devem sair, esses quatro podem subir direto para COMPLEMENTAR o elenco. E, nesse ponto, a TORCIDA tem que fazer sua parte.

Peço, encarecidamente, que paremos de queimar bons jogadores. Alguns nomes como Maicon, Cícero, Jean e vários outros acabaram queimados devido à impaciência da nossa torcida. Não vamos fazer isso com esses garotos que demonstraram potencial e venceram tudo que disputaram nas categorias de base. Vamos recebe-los com carinho no profissional e incentivá-los para, quem sabe, torná-los a nossa solução.

Vamos às parciais das nossas redes:

6.372.410 curtidas no Facebook
253.634 inscritos no canal do YouTube
2.825.730 seguidores no Twitter
735.210 mil seguidores no Instagram

Ajude! Se inscreva nos canais, curta a página, siga o Instagram, INTERAJA COM CLUBE e vamos tornar o SPFC forte, também, na área digital e social!

FORÇA TRICOLOR!

Contato?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco, são-paulino e tem o sonho de cobrir um mundial de clubes com o clube do coração. 

 ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

6 COMENTÁRIOS

  1. Começamos um ano diferente, não teremos mais o Pipoca, Mum-ra e o Boneco de Posto para atrapalhar.

    Verdade que muitas Perebas ficaram como o Tiririca, Migué Bostas, Lucunhão, Hudson cabelão e Rodrigo eu não Caio nessa, e o goleiro Murrinha, mas ainda sim dá para tirar um pouco mais desses caras sem os desagregadores.

    Vamos ver o que acontece, e que o Lugano fique no Cerro

  2. Em relação aos jogadores da Copinha eu discordo. Apenas Lucas Fernandes e David Neres mostraram algum potencial, os demais ou estão muito inexperientes ou não tem condição nenhuma de subir ao profissional. É de conhecimento que boa parte da base são de filhos de conselheiros que não jogam nada, mas pelos pais estão lá. A defesa bateu cabeça e se fosse um time adversário melhor o resultado teria sido 4 x 3 ou 4 x 2, portanto dou nota 06 ao time. Assisti todo jogo e verei o jogo de hoje também.

    • Tbm já falei isso. Tbm falei que esse tal de Joanderson não eh tudo isso que falam, ele erra mtos gols igual o Migué e pipoca igual LF. Falei isso e foi uma chuva de negativos. Mas vc ta certo, nesse time salva 2.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

dezessete − 10 =