Até pênalti? Sem pontaria, São Paulo desperdiça terceira cobrança no ano

114

GloboEsporte.com

Marcelo Prado

Ganso acerta travessão contra o Trujillanos, em jogo empatado por 1 a 1, e é o terceiro a errar; antes, Michel Bastos e Calleri também perderam oportunidades.

Michel Bastos no duelo com o The Strongest. Calleri diante do São Bernardo. Ganso na partida contra o Trujillanos. Perder pênaltis virou rotina no São Paulo (de quatro, só um foi gol). Algo que dá ainda mais argumentos ao técnico Edgardo Bauza, incomodado com a dificuldade do Tricolor em balançar as redes adversárias nesta temporada. São 15 gols em 14 jogos

Ganso; Trujillanos x São Paulo; Libertadores (Foto: AP)Ganso perdeu pênalti contra o Trujillanos (Foto: AP)

Na última quarta-feira, na Venezuela, o empate por 1 a 1 com o Trujillanos poderia ter sido uma vitória, não fosse o pênalti perdido por Ganso.

Publicidade

Embora o tema não seja novo, a falta de pontaria do ataque tomou conta da entrevista do técnico argentino após a partida. Foram feitas sete perguntas. E mesmo quando o assunto não era o ataque, ele dava um jeito de falar sobre isso.

– Preocupa muito o fato de o time não conseguir converter gols. O time chega, cria bastante, mas não faz. Defensivamente, não vejo muitos problemas, independentemente de quem jogue. Mas na frente é algo que precisamos consertar. O problema é que não há tempo para treinar. Vamos voltar de viagem na quinta e teremos apenas o treino de sábado para jogar no domingo (contra o Ituano). Isso atrapalha muito – afirmou o comandante da equipe do Morumbi.

Alan Kardec, que ganhou uma oportunidade na equipe titular na partida deste meio de semana, era o retrato do desânimo após a partida.

 Entre os grandes do Brasil, São Paulo é o time que mais perde pênaltis

– Bola na rede muda tudo no futebol. O Bauza tem razão,  mas não está faltando luta. Não foi o resultado que queríamos. Temos de levantar a cabeça, não há muito a dizer, temos de mudar a postura, querer mais. Difícil dar explicações em um momento como esse – ressaltou o camisa 14, que ainda não fez gols na temporada 2016.

Contra o Ituano, no próximo domingo, pelo Paulistão, a tendência é que Calleri ganhe uma oportunidade na equipe titular, pois, suspenso, não atuou diante do Trujillanos.

4 COMENTÁRIOS

  1. Hoje surge rumores sobre uma possivel ida de Muslera para o River Plate para substituir o Barovero, olha ia mais um Goleiro bom de verdade que o SPFC podia tentar trazer.
    Esse esquema tatico do SPFC ja nasceu ultrapassado, eu não entendo me parece que na cabeça do Bauza temos 3 zagueiros titulares R Caio, Lugano e Maicon então porque não joga no 3-5-2 para dar mais segurança a zaga.
    Outra coisa que não entendo são como sempre vagas cativas para alguns jogadores cmo no caso de Bruno e centurion que claramente deveriam ser reservas de Caramelo e Rogerio.
    O Carlinhos jogando de meia não da pra entender e não e possivel não ter nenhum garoto na divisão de base melhor que o Hudson.
    De resto não tem novidades Wesley e Alan Kardec ja mostraram que não tem o minimo de carater pela forma que sairam do Palmeiras, por que acharam que iriam ter uma postura diferente no SPFC ?

  2. Coitado do Ganso é o único que joga no time Tricolor e ainda tem que aguentar o Velhogano na defesa sem condições de jogar profissionalmente, forçando a sua escalação para agradar aos torcedores idiotas e deixando o Maicon no banco que é mil vezes melhor que a Múmia II.