Sidão vê São Paulo mais cascudo após chegada de Aguirre

507

SporTV.com

Goleiro destaca que treinador, por ser uruguaio, já tem essa postura como característica

Um dia depois da estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Paraná, Sidão participou do Seleção SporTV. Apesar da vitória, a equipe não jogou bem, de acordo com o próprio técnico, mas já mostra uma mudança de postura. Segundo o goleiro, muito disso tem a ver com a chegada de Aguirre no comando da equipe.

– O São Paulo está se tornando um time mais cascudo. Percebemos que precisávamos melhorar essa postura, a atitude dentro do campo. O Aguirre, por ser uruguaio, já tem isso como característica e está implementando. Vimos que vale a pena um sacrifício a mais, um esfoço a mais para manter uma intensidade alta e conseguir os bons resultados – contou o goleiro.

Sidão fala sobre o comando de Aguirre e a mudança de postura do São Paulo

Sidão fala sobre o comando de Aguirre e a mudança de postura do São Paulo

Outra mudança que o treinador trouxe para o time foi essa variação entre três zagueiros e linha de quatro. Segundo Sidão, no jogo contra o Paraná o Tricolor chegou até a conversar dentro de campo para fazer essa variação, já que após as mudanças de formação para o segundo tempo a equipe caiu de rendimento, especialmente porque os adversários colocaram um homem a mais no meio de campo.

– Para gente ali atrás está funcionando bem, fomos sólidos nos últimos jogos, sofrendo poucos gols, tanto na linha de quatro quanto com três zagueiros. Temos variado essa formação até mesmo dentro da partida. Para mim não tem muita diferença, muda um pouco na hora de sair jogando, mas para defender as duas funcionam legal – declarou.

A próxima partida do São Paulo será na quinta-feira, contra o Atlético-PR, e só uma vitória interessa para a equipe do Morumbi continuar na disputa pelo título da Copa do Brasil. Fernando Diniz, treinador do Furacão, é um velho conhecido de Sidão, dos tempos de Audax, e ele sabe que o duelo não vai ser fácil.

– Pelo que conheço, eles tem bastante posse de bola, muita movimentação, fora a questão psicológica que ele trabalha muito. Isso de mexer com o lado humano, Fernando deve usar como sempre fez. Esperamos o que estão mostrando mesmo, privam a posse da bola, tem muita movimentação, troca de posição, jogo ofensivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

5 + 6 =