Veja cinco motivos para acreditar que o São Paulo pode vencer o Choque-Rei

111

GloboEsporte.com

Leandro Canônico

Pela primeira vez, Tricolor chega embalado para jogar o clássico na nova casa do rival.

Seis jogos e seis derrotas. O desempenho quando o Choque-Rei é disputado na nova arena do rival assombra o São Paulo. Só que neste sábado, às 21h (de Brasília), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, o cenário se desenha melhor para o Tricolor pela primeira vez às vésperas do confronto contra o Palmeiras.

Único invicto do Brasileirão, com quatro vitórias e quatro empates, o Tricolor está na vice-liderança da competição, enquanto o rival vem de duas derrotas seguidas. A ideia do São Paulo é aproveitar esse bom momento para, enfim, acabar com o jejum na nova casa do Palmeiras.

Veja abaixo, então, motivos para acreditar na vitória do Tricolor:

Trio de ataque

Nenê, Everton e Diego Souza têm feito a diferença para o São Paulo. O trio é responsável por 12 dos 13 gols do time na competição, direta ou indiretamente. Os três será titulares no duelo deste sábado. Perigo para a defesa do Palmeiras.

Diego Souza, Nenê e Everton comandam o ataque do Tricolor (Foto: Marcos Ribolli)

Diego Souza, Nenê e Everton comandam o ataque do Tricolor (Foto: Marcos Ribolli)

Defesa sólida

O setor defensivo do São Paulo, que foi um desastre na derrota na casa do rival na primeira fase do Campeonato Paulista, se reencontrou e tem conseguido fazer atuações seguras. Anderson Martins, Arboleda e Bruno Alves têm alternado na zaga. Qual dupla Aguirre escalará? Ou vai escalar os três?

Bruno Alves é um dos xerifas da zaga do São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)

Bruno Alves é um dos xerifas da zaga do São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)

Evolução em clássicos

A derrota para o Palmeiras no Paulistão talvez tenha sido uma das piores atuações do São Paulo no ano. De lá para cá, o time fez dois clássicos contra o Corinthians (vencendo um e sendo eliminado no outro) e um contra o Santos (vitória). O mais importante é que nesses jogos o time apresentou outra postura, jogando de igual para igual com os rivais.

Diego Souza no momento do gol que deu ao São Paulo a vitória contra o Santos (Foto: Marcos Ribolli)

Diego Souza no momento do gol que deu ao São Paulo a vitória contra o Santos (Foto: Marcos Ribolli)

Psicológico forte

Diferentemente de outros momentos mais conturbados nos últimos anos, o Tricolor se fortaleceu psicologicamente ao longo desta temporada. O time está unido fora de campo e isso tem refletido nas quatro linhas. Não há mais aquela sensação de que a equipe vai sucumbir à pressão.

Jucilei durante preleção no vestiário do São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Jucilei durante preleção no vestiário do São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Comissão técnica

Diego Aguirre e seus auxiliares valorizam clássicos. Sabem da importância de vencer um rival estadual como é o Palmeiras. E nos dias que antecedem essas partidas, o técnico uruguaio tem sabido motivar o elenco para enfrentar as dificuldades de uma partida como essa.

Diego Aguirre está no comando do São Paulo há 16 jogos (Foto: Marcos Ribolli)

Diego Aguirre está no comando do São Paulo há 16 jogos (Foto: Marcos Ribolli)

Veja as informações de Palmeiras e São Paulo para o Choque-Rei:

Local: arena do Palmeiras, em São Paulo
Data e horário: sábado, às 21h (de Brasília)

Palmeiras provável: Jailson; Mayke (Jean), Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Keno e Willian
Desfalques: Borja (convocado), Guerra (cirurgia no pé) e Marcos Rocha (suspenso)
Pendurados: Antônio Carlos, Bruno Henrique e Lucas Lima

São Paulo provável: Sidão; Éder Militão, Anderson Martins (Arboleda), Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Liziero; Nenê, Everton e Diego Souza
Desfalques: Rodrigo Caio (cirurgia no pé), Cueva (convocado), Morato (entorse no tornozelo), Gonzalo Carneiro (trabalho de reforço muscular) e Brenner (treinos com a Seleção)
Pendurados: Arboleda, Bruno Alves, Nenê, Régis e Sidão

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (Fifa) apita, auxiliado por Bruno Boschilia (Fifa) e Victor Hugo Imazu dos Santos, todos do Paraná
Transmissão: Premiere, Premiere HD e PFCI (com Gustavo Villani e Raphael Rezende)
Tempo real: GloboEsporte.com, a partir das 20h

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

7 + treze =