Recuperado de lesão, Liziero cresce e conquista Cuca: “Jogador versátil”

388

GazetaEsportiva

Resultado de imagem para Recuperado de lesão, Liziero cresce e conquista Cuca: “Jogador versátil”

Apesar de jogar fora de casa, o São Paulo entrou em campo nesta quarta-feira novamente com Liziero e Tchê Tchê formando a dupla de volantes. O primeiro voltou a jogar no último domingo após quase três meses fora e, mesmo ainda recuperando ritmo de jogo, vem conquistando o técnico Cuca, que foi só elogios ao camisa 14 do Tricolor após a vitória por 1 a 0 sobre o Athletico-PR.

“Liziero e Tchê Tchê marcam e jogam, mais marcam do que jogam, mas sabem marcar. Tchê Tchê está debilitado, com um probleminha, acho que é gastrite, e tem jogado até melhor. Liziero estava sem jogar havia três meses, jogou 60 minutos [contra o Ceará], hoje jogou um pouco mais de 60, é um jogador versátil. Conseguimos mudar algumas coisas porque eles se adaptam. Gosto disso, de utilizar a versatilidade do jogador”, afirmou Cuca.

De fato, Liziero abre um leque maior de possibilidades ao treinador do São Paulo. Nesta quarta-feira, por exemplo, o segundo volante foi deslocado para o lado esquerdo durante o primeiro tempo, trocando de posição com Vitor Bueno, e foi de seus pés que saiu o passe para o gol do meia-atacante.

“A gente sabe como é difícil jogar na arena do Athletico, jogo difícil, eles tiveram muito volume de jogo, mas no contra-ataque pudemos aproveitar. Eu achei o Vitor e conseguimos fazer o gol”, comentou Liziero.

Cada vez mais próximo de suas condições física e técnica ideais, Liziero ainda adota um discurso cauteloso em relação à possibilidade de seguir como titular com o técnico Cuca. Recém-recuperado de uma entorse no tornozelo, o volante espera que a maré de azar, enfim, não o atormente mais.“Eu vim de uma lesão, fiquei quase três meses parado. Tenho que pensar muito no meu dia a dia ainda. Estou tranquilo, vou recuperar bem, fortalecer, para voltar a jogar o futebol que sempre joguei”, concluiu.