Artilheiro do São Paulo no ano, Pablo agrega precisão ao ataque da equipe

311

UOL/LancePress

O São Paulo conquistou uma vitória importantíssima, fora de casa, no último sábado, contra o Botafogo. Com um gol nos acréscimos da partida, a equipe somou mais três pontos na tabela do Campeonato Brasileiro e quebrou uma série de quatro jogos sem vitória na competição. O gol decisivo foi marcado por Pablo, que voltou de lesão para dar um aspecto essencial para o time: precisão.

Foi apenas a terceira atuação do camisa 9 do time tricolor no campeonato, uma vez que teve de superar duas lesões para poder estar finalmente pronto. A primeira já vinha desde o Paulista, que exigiu cirurgia para extração de um cisto na região da coluna. Após longa recuperação, o retorno aconteceu contra o Palmeiras, e infelizmente mais uma lesão o deixou fora de combate.

Antes de se machucar com um problema ligamentar no tornozelo direito, ainda deu tempo de marcar o gol que abriu o placar contra o Palmeiras. Naquele dia, o atacante jogou apenas o primeiro tempo, e o clássico terminou empatado em 1 a 1. Foi necessária somente uma finalização certa para balançar a rede. Sendo assim, o ex-Furacão tinha um jogo, uma finalização e um gol no Brasileiro.

Até voltar a jogar novamente, Pablo precisou de mais dois meses de recuperação e esse retorno não foi tão feliz quanto o primeiro. Com o time jogando mal e a ansiedade falando mais alto, o atacante não foi feliz em seus arremates contra o CSA: foram cinco finalizações, as cinco erradas. Não era o dia do camisa 9, nem de seus companheiros, que só marcaram um gol na base do abafa na reta final do confronto e arrancaram um empate no sufoco.

Mas nada como um dia após o outro para que o faro preciso de goleador voltasse a funcionar. Contra o Botafogo, bastaram três finalizações (duas certas e uma errada) para garantir três pontos nos acréscimos da partida. Dessa forma, somando as estatísticas dos três jogos, é possível dizer que Pablo precisou de três chutes certos para marcar um gol. “Se eu não engano, o Dani cruzou, o Arboleda subiu para cabecear e eu fui pegar a assistência dele, peguei tudo errado na bola, mas o homem lá de cima me abençoou. Metade do gol é do Arboleda, por ter vencido a bola, por ter dado a assistência”, declarou o camisa 9 à TV oficial do clube.

O aproveitamento é altíssimo e mostra a precisão do atacante quando consegue acertar o alvo. Contratado no início do ano para fazer gols, Pablo é o artilheiro do time na temporada mesmo ficando tanto tempo fora. Com uma sequência e esses números, pode fazer a diferença para o Tricolor no restante do Campeonato Brasileiro, além de ajustar a eficiência do ataque do time. Nesta quarta-feira, o São Paulo recebe o Goiás, às 21h30, no Morumbi, pela 21ª rodada do Brasileirão-2019. Com 35 pontos, os são-paulinos ocupam a sexta posição na tabela, dez pontos atrás do líder Flamengo.

Números de Pablo no Brasileirão: 3 jogos 2 gols 3 finalizações certas 6 finalizações erradas.