Vazou áudio! Mancini revela por que saiu e São Paulo responde

853

GazetaEsportiva

Tiago Salazar 

O clima no São Paulo segue borbulhando. Para colocar ainda mais lenha na fogueira, um áudio polêmico de Vagner Mancini vazou na manhã desse sábado e se espalhou pelas redes sociais.

Na áudio, o ex-coordenador de futebol do São Paulo deixa claro sua insatisfação com a postura da diretoria tricolor, e aponta Daniel Alves como responsável direto pela contratação de Fernando Diniz.Tocador de áudio.Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.

“Sabe porque eu saí, boleirão? Porque eu fui efetivado no cargo, aí quatro horas depois disso, o Daniel Alves foi lá pedir o Fernando Diniz. Eles (diretoria) me chamaram e falaram que estavam em dúvida. Falei: ‘Ué, se estão em dúvida, vão atrás do Diniz que estou indo embora. Tchau!’. Foi isso”.

Vagner Mancini confirmou a veracidade e autoria do áudio vazado em contato feito pela Gazeta Esportiva. O ex-dirigente são-paulino, porém, explicou que prefere não se manifestar além disso no momento.

Vagner Mancini havia sido escolhido pelo São Paulo para substituir Cuca até o final da temporada. Mas, após cerca de quatro horas, Fernando Diniz foi, de fato, contratado. Imediatamente, Mancini pediu demissão e Diniz chegou pouco tempo depois para comandar o primeiro treino no CT da Barra Funda.

A estreia do novo treinador está marcada para esse sábado, contra o Flamengo, no Maracanã, às 19h, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

São Paulo responde
Por meio de sua assessoria de imprensa, o São Paulo atendeu o contato feito pela Gazeta Esportiva e respondeu as palavras vazadas de Mancini.

O clube entende que a versão dita por Mancini revela uma frustração pelo fato do ex-coordenador não ter sido escolhido para suceder Cuca em uma função que o próprio Mancini garantiu por diversas vezes que não tinha pretensão em assumir.

O São Paulo ainda reitera o discurso do diretor executivo de futebol Raí, de que a escolha de Fernando Diniz não tem absolutamente nada com Daniel Alves, particularmente.

Vagner Mancini repetiu diversas vezes que não pretendia ser técnico do São Paulo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O camisa 10 foi consultado assim como todo o grupo em função da peculiaridade de jogo de Fernando Diniz. A cumplicidade do elenco, o entendimento e concordância eram necessários, segundo o clube, que não deixa de admitir ter sido fundamental esse retorno positivo para a contratação ser efetivada.

Por fim, o São Paulo lamenta a postura de Mancini, já que o projeto junto a ele nunca foi para ser técnico, e reforça que o momento não era para um “tampão”, e sim para um novo projeto.Tocador de vídeo.Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.

Reincidente
Em 2017, Vagner Mancini passou por uma situação parecida. O então técnico do Vitória teve outro áudio de whatsapp vazado após superar o Corinthians dentro da Arena de Itaquera.

“Ganhar do Corinthians é ótimo, somar três pontos nem se fala, mas dar uma patada num jornalista babaca corintiano, então, nem se fala”.A repercussão negativa fez com que Mancini se desculpasse pelas palavras pouco tempo depois.