Dani Alves disputa 1º clássico contra Corinthians e revê “sucessor” Fagner

192
Daniel Alves, do São Paulo - Rubens Chiri/saopaulofc.net
Daniel Alves, do São Paulo Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

  00:00

José Eduardo Martins – Do UOL, em São Paulo

Daniel Alves vai ter a oportunidade de defender o São Paulo pela primeira vez em um clássico contra o Corinthians. No ano passado, o camisa 10 havia sido convocado para servir à seleção nacional e não pôde atuar no duelo com o arquirrival pelo Campeonato Brasileiro. Desta vez, no sábado, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista, ele deve ser escalado por Fernando Diniz.

O jogo deste fim de semana vai marcar também o reencontro do astro com o corintiano Fagner, que, por obra do destino, tem uma relação com o são-paulino. Em 2018, Daniel Alves sofreu lesão no joelho direito e ficou fora da seleção brasileira que disputaria a Copa do Mundo. Tal desfalque abriu caminho para o lateral da equipe alvinegra participar do torneio na Rússia.

Por isso, as torcidas de São Paulo e Corinthians até tentaram instigar uma rivalidade entre os dois. Os tricolores, por exemplo, fizeram uma música quando Daniel Alves fora contratado, em agosto do ano passado, para dizer que o são-paulino era melhor que o corintiano. Os dois, porém, se mantiveram alheios às provocações. Fagner até elogiou a volta do colega de profissão ao país.

“Acredito que ele vá acrescentar muito ao futebol brasileiro com a sua experiência, com a carreira vitoriosa que ele tem. Desejo todo o sucesso para ele nessa nova etapa da carreira, que ele consiga todos os êxitos que merece”, disse Fagner, quando Daniel Alves fora contratado.

Bom momento no campo e susto fora

As estatísticas apontam uma boa fase de Daniel Alves. Segundo o Footstats Premium, até o fim de semana, o lateral foi o único jogador a alcançar dez assistências para arremates para o gol e a superar as marcas de dez finalizações (17) e de dez desarmes (13) nos Estaduais.

Além disso, ele marcou dois gols nas cinco partidas do Tricolor paulista em 2020, sendo esta a primeira vez em toda a carreira em que ele obteve tal média – quando computados apenas jogos oficiais.

Por outro lado, o jogador levou um susto fora das quatro linhas. Na noite da última terça-feira, ele teve o seu carro (Mercedes Benz GLE400) roubado em um estacionamento, na região de Alto de Pinheiros, zona oeste da capital paulista. Apesar do incidente, Daniel Alves treinou normalmente ontem (12), no CT da Barra Funda, e estará à disposição de Diniz para o jogo.

Leia também: