Mauro Cezar: “Daniel Alves vive meio que em um universo paralelo”

269

UOL

Daniel Alves virou alvo de polêmicas no último fim de semana após postar um vídeo tocando percussão com amigos em uma confraternização ao mesmo tempo em que se recupera de uma fratura no antebraço direito, motivo pelo qual ele desfalca o São Paulo hoje (22) contra a LDU, às 21h30, em Quito, pela Libertadores. No podcast Posse de Bola #58, Mauro Cezar Pereira comenta a postura do jogador, o discurso dele e o fato de o próprio jogador se expor ao publicar o vídeo nas redes sociais.

“Não é surpreendente, o Daniel Alves também vive assim meio que em um mundo paralelo, aquelas coisas dele ali. As ideias dele de vez em quando não batem muito bem. E eu não concordo muito com essa inteligência toda, não. Ele fala umas coisas às vezes que não têm nada a ver, um negócio meio que sem sentido, tem horas que dá uma boa entrevista, às vezes fala umas coisas meio que desconectadas. Eu não sei muito bem qual é a dele”, diz Mauro Cezar.

“Agora, não tem o menor cabimento. Se ele machucou o braço, ele não tem que tocar um instrumento musical que exige do braço, porque um braço segura e o outro bate. Está errado, óbvio que está errado, deveria evitar. Além de não evitar, ele mesmo se expõe, porque ele coloca lá na rede social”, completa. Mauro acredita que não tenha deboche na postura de Daniel Alves devido à forma como ele costuma lidar com o São Paulo, mas questiona se não falta comando ao clube do Morumbi e se o jogador faria o mesmo se ainda estivesse jogando no Barcelona no qual se consagrou, jogando com Messi, Xavi e Iniesta, entre outros.

“O jogador de futebol percebe que certas coisas aqui não dá em nada, aqui está tudo bem. O outro também não vai, e tudo bem. Ninguém está ligando muito, acho que passa um pouco por isso também”, diz o jornalista. “Ele faria isso no Barcelona, será? Naquele momento no auge do Barcelona? Ele iria tocar algum instrumento musical? Será que iria? Alguém acha que ele iria? Tem um jogo importante se aproximando pela Liga dos Campeões, aí ele vai lá tocar tambor, tocar tabaque, tan-tan, sei lá que diabo é aquilo, na semana do jogo? Eu não consigo imaginar ele fazendo isso no Barcelona, não nesse Barcelona zoneado, no Barcelona dele lá atrás”, conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir? A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

1 + vinte =