São Paulo define lista de dispensas para 2024; veja quem deve sair

885

Luan, Alexandre Pato, Méndez e mais: até 11 jogadores podem se despedir do Tricolor

Logo depois de zerar qualquer risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o São Paulo intensificou as reuniões de planejamento e já tem uma lista de dispensas para 2024.

Nos últimos dias, a diretoria são-paulina se reuniu com a comissão técnica para definir os nomes que não estarão nos planos para o ano que vem e iniciará os movimentos para devolver emprestados, negociar ou emprestar os menos utilizados e não renovar alguns contratos.

Dorival Júnior já afirmou algumas vezes que é necessário enxugar o elenco, que terminará essa temporada com 42 atletas. O técnico considera que um grupo numeroso é mais difícil de administrar.

A diretoria também trata as dispensas como uma boa oportunidade de diminuir a folha salarial e ter mais dinheiro em caixa para contratações pontuais.

Publicidade

Abaixo, o ge traz os jogadores que não estão nos planos de Dorival Júnior para 2024 e que devem se despedir do Tricolor:

Luan e Méndez

A dupla vive situação muito parecida no São Paulo. Pouco aproveitados por Dorival, os volantes estão na lista de jogadores que não estão nos planos da comissão técnica. O clube, então, pode emprestá-los ou até mesmo aceitar ofertas de compra.

Como seus contratos são longos (Luan até dezembro de 2026 e Méndez até o fim de 2025), o Tricolor só aceitaria vendê-los em definitivo em caso de boas propostas. Há a expectativa de que haja movimentações na janela de transferências.

A iminente contratação de Luiz Gustavo pode acelerar a saída da dupla.

Erison, David e Marcos Paulo

Os atacantes estão emprestados até o final desse ano. Erison pertence ao Botafogo, David ao Internacional e Marcos Paulo ao Atlético de Madrid. Os últimos jogos da temporada serviram para os dois primeiros mostrarem que podiam permanecer em 2024, mas não foi o que aconteceu.

Tanto Erison quanto David não corresponderam às expectativas nas chances que tiveram e devem se despedir ao término de seus contratos, no final de dezembro.

Já Marcos Paulo rompeu o ligamento do joelho esquerdo em setembro e terminará sua recuperação no São Paulo. Depois disso, deve ser devolvido ao clube espanhol.

Por conta das dispensas no ataque, o Tricolor está em busca de um centroavante para ser reserva de Calleri em 2024. O clube vê dificuldades em achar um bom camisa 9.

Felipe Alves e Raí Ramos

A dupla contratada pelo São Paulo não conseguiu render o esperado. O goleiro Felipe Alves até conseguiu fazer um bom 2022, tendo espaço com Rogério Ceni. Mas a chegada de Rafael neste ano o fez ficar totalmente fora dos planos.

Um desentendimento com a comissão técnica de Dorival piorou ainda mais sua situação e o fez ser afastado das atividades com o grupo por um período. Seu empréstimo acaba no final de dezembro e ele já procura um novo clube.

O lateral-direito Raí Ramos, por sua vez, foi contratado no começo deste ano após um bom Paulistão pelo Ituano. As expectativas não foram atendidas, e o São Paulo deve aceitar empréstimos pelo atleta, que tem contrato com o clube até o fim de 2025.

Walce e Matheus Belém

Os zagueiros revelados nas categorias de base não tiveram espaço diante do grande número de jogadores para a posição. Walce voltou de empréstimo do Juventude e não consegue atingir o mesmo nível de atuação que tinha antes de uma grave lesão no joelho. Seu contrato se encerra no fim deste ano e não deve ser renovado.

Já Matheus Belém até despontou bem nos dois jogos que fez pelo profissional, mas também não conseguiu sequência e retornou para jogos com o sub-20. Seu contrato vai até o final de janeiro, e as negociações por uma renovação estão paradas.

Pedro Vilhena

Pedro Vilhena subiu para os profissionais com expectativas, mas teve apenas uma oportunidade com Dorival Júnior, na derrota para o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro, e sofreu com pequenas lesões durante a temporada.

Aos 21 anos e com contrato até julho de 2024, o garoto pode ser emprestado para uma equipe que disputará o Paulistão para definir se vale a renovação ou se aparece alguma proposta pelo jogador.

Alexandre Pato

Contratado até o final de dezembro, Alexandre Pato foi pouquíssimo utilizado por Dorival Júnior. Em cinco meses, foram apenas dez partidas e dois gols marcados. A lesão muscular no mês passado tirou dele a possibilidade de ter mais chances na reta final da temporada.

O pouco espaço, aliado à pouca entrega técnica, faz Pato entrar na lista de dispensas da comissão técnica e da diretoria. A sua terceira passagem pelo São Paulo não deixará grandes lembranças.

SãoPauloFC