Além das 4 linhas – Escalação

263

Hoje li que o time para quinta feira será Rafael; Igor, Arbolenda, Alan e Wellington; Pablo, Alisson, Michel e Luciano; André e Calleri. Eu soube que nosso novo treinador gosta do 4.4.2.  O desenho em campo acho que pode alterar de acordo com o adversário, assim como as peças.

A questão agora é como será a distribuição, se Michel será mais um meia ou mais um volante. Assim como Luciano, será mais um meia ou mais um atacante. Este 4.4.2 pode ser transformado em 4.3.1.2 facilmente. Eu gostei da entrada do Alan, o acho bem melhor do que o Diego, que acho o pior dos 4 possíveis zagueiros.

A ansiedade toma conta e o astral é elevado, já que vimos um SPFC muito diferente em campo no último domingo, quando o Milton Cruz foi o treinador. Penso que jogador com treinador sem experiência perde o tesão, assim como nós perdemos com chefe que sabe menos do que nós.

Publicidade

Sempre assisto a live do Arnaldo&Tironi e na última os caras convocaram a torcida a sugerir laterais, já que os nossos são muito criticados. Bom, a torcida os entupiu com nomes que atuam no Brasil e eu, sinceramente, não vejo muita gente melhor do que Igor e Wellington. Talvez por isso, pela falta de nomes, que nosso lateral esquerdo esteja dando calor na renovação. A dupla de comentaristas concluiu falando que os nossos não devem muito em comparação com as opções. Eu concordo, reconhecendo que os nossos são médios.

Muito bacana pensar que o elenco tricolor de hoje é o melhor dos últimos anos e que um bom treinador vai poder realizar um bom trabalho assim como Dorival fazia. Que o Zubis consiga realizar um bom trabalho como fez na LDU! Precisamos ter em mente que um cara top não vem ao Brasil neste momento. Todos eles querem o primeiro mundo, até os jogadores brasileiros querem morar lá, imagina quem já é de lá? O Pedro Martins, um bom treinador português, com boas taças na carreira, disse que ouviria primeiro as propostas da Europa. O que tinha para fazer o SPFC? Procurar um treinador promissor que conhece o futebol sul-americano para a disputa da liberta.

Voltando ao início desta pequena reflexão, veja que o treinador tem para a posição de segundo homem de meio de campo o Galoppo, Bobadilla e Nestor, além dos escalados. Para a zaga o bom Ferraresi e o Diego. Laterais Moreira, Rafinha e Patrick. Para a meia tem Lucas e James. No ataque Rato, Ferreira e Erick, além das crias de Cotia. Sendo que alguns jogam em mais de uma posição e bem, como Lucas e Luciano por exemplo. Nosso treinador vai poder montar o time em vários esquemas e vai poder fazer revezamentos úteis diante de um calendário irracional que tem o futebol brasileiro. Sem contar que usando um esquema inteligente as contusões diminuem, pois só um louco escala Lucas para marcar lateral, certo?

Eu fiquei otimista com a partida de domingo e os elogios de forma geral que o time recebeu. Foi só o estagiário sair para o time subir.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes