Igor Vinicius quer James da Colômbia no São Paulo: ‘Lá, é como se fosse o Pelé para a gente’

103

A boa fase de James Rodríguez na Copa América ainda repercute no São Paulo. Os companheiros de vestiário estariam ‘loucos’ por ele não repetir as mesmas atuações no tricolor, e um dos que querem vê-lo jogando bem no clube é Igor Vinícius, que o colocou como o ‘Pelé da Colômbia’.

Em entrevista exclusiva à ESPN, o lateral direito elogiou o meia e disse que ajudaria muito na sequência da equipe ele retornar da competição continental no mesmo nível. O São Paulo ainda tem pela frente o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e a CONMEBOL Libertadores, e, por isso, precisa de elenco.

“É um jogador acima da média, dá para perceber”, comentou Igor Vinícius. “No primeiro treino, vi que era diferente”.

“É uma referência na Colômbia, como se fosse o Pelé para a gente”, continuou o jogador, comparando a importância em seu país natal como a do Rei do Futebol no Brasil. “Não sei como é o dia a dia dele, seria muito bom se retornasse para cá e jogasse como joga na Copa América”.

“Jogador de nível altíssimo, que possa jogar nesse nível aqui”, concluiu o lateral direito à ESPN.

Publicidade

Irritação no elenco tricolor

Durante o Resenha da Rodada da última segunda-feira (8), o apresentador André Plihal trouxe informação de bastidores de como os atletas do São Paulo estariam reagindo à postura do meia na Colômbia: irritação total.

No clube, James causou desgaste pela falta de compromisso que teve com o elenco, inclusive se recusando a viajar para a Supercopa do Brasil, disputada no Mineirão contra o Palmeiras, no início do ano.

Por outro lado, o atleta tem postura completamente diferente na Colômbia, seleção que tem James como capitão, condutor do time e grande referência técnica nos jogos.

Ainda durante o Resenha da Rodada, o ex-atacante Luis Fabiano, hoje comentarista da ESPN, se mostrou inconformado com as diferentes performances de James. Ao ser questionado como aceitaria o jogador de volta ao São Paulo, não titubeou:

”Ficaria p*** com ele. Ele demonstra que poderia render no São Paulo o que ele rende na seleção. Com um pouquinho de esforço. Que diferença de disposição!’.

ESPN