Final do Paulista sub-20 marca recomeço para promessa que superou grave lesão no São Paulo

660

O São Paulo entra em campo neste domingo, às 19h (de Brasília), diante do Palmeiras, em busca de um título que não vem desde 2016: o Campeonato Paulista sub-20. Para um jogador em específico, o sonho ficou ainda maior quando uma fatalidade o impediu de jogar a maior competição de base do Brasil.

Durante a preparação para a Copa São Paulo de Futebol Júnior (a Copinha) deste ano, o volante, que tem jogado como zagueiro, Brian Carvalho sofreu uma lesão de ligamento cruzado no joelho esquerdo e precisou passar por uma cirurgia. Com a gravidade do problema, foi cortado do torneio e teve o sonho adiado.

“É um recomeço para mim por conta da grave lesão. É muito difícil ficar de fora por tanto tempo assim, jogador quer sempre estar em campo, ajudando a equipe. Mas, pude contar com a ajuda da minha família, namorada e companheiros, que me deram total apoio e, hoje, estou pronto para jogar. Vão ser duas partidas complicadas e precisamos entrar focados”, relatou o jovem à Gazeta Esportiva.

A recuperação levou meses, e a volta aos gramados ocorreu somente no dia 23 de setembro, na vitória sobre o Desportivo Brasil. Durante o tempo distante dos campos, Brian se dedicou a observar o volante Casemiro, ex-jogador do São Paulo, uma das grandes referências do garoto.

Publicidade

“Vejo bastante jogos do Casemiro e também do Verratti, são dois nomes que gosto muito na posição. O Casemiro tem uma história linda no São Paulo, passou pela base igual a mim. Mas o que mais me espelho neles é ser bastante agressivo na marcação e a boa saída de bola com os pés. São duas grandes referências, apesar de eu estar jogando como zagueiro”, disse o jogador de 20 anos.

O São Paulo se classificou à final do Estadual sub-20 após eliminar a Ferroviária em uma disputa de pênaltis emocionante. O título é tratado como um grande sonho para o volante, além de servir como um grande passo para disputar a Copinha do ano que vem.

Brian “respira” São Paulo desde cedo

Brian jogava em uma escolinha no Morumbi (High Soccer) quando recebeu o convite para fazer um teste no Tricolor, aos oito anos de idade. Aprovado, passou por todas as categorias de base até chegar ao sub-20.

Um dos fatores que mais chama atenção no jogador é a liderança. Ele foi capitão das equipes sub-15 e sub-17 e, atualmente, é o “segundo capitão” do time sub-20.

Pela base do São Paulo, o jovem conquistou diversos títulos: Peace Cup China 2016 (sub-13), Copa Brasil Japão 2018 (sub-15), o Campeonato Paulista sub-15 de 2018, Campeonato Paulista sub-17 de 2019, além do Campeonato Brasileiro e a Supercopa sub-17,  em 2020.

No primeiro ano pelo sub-20, em 2021, ele disputou 13 jogos. Na temporada seguinte, foram 28 partidas. Em 2023, por conta da lesão, atuou só oito vezes, mas deve ser titular nas finais do Estadual. O contrato de Brian com o São Paulo vai até 2025.

Gazeta Esportiva