We are the champions, My Friend… Copa do Brasil, seja bem-vinda a nossa sala!

233

O sofrimento acabou, a espera acabou, a piada acabou… Finalmente a Copa do Brasil é nossa!

O caminho que tivemos não foi nada fácil… vencemos o Sport fora de casa e na volta no Morumbi tomamos 3 a 1, o medo indo para os pênaltis mais uma vez deixou diversas dúvidas na cabeça do torcedor, eu me incluo nessa: “De novo?”, “Será que é mais um ano perdido?”, “A Copa do Brasil nunca teremos?”, mas o primeiro medo passou e vencemos por 5 a 3 nos pênaltis, era um alívio? Longe disso, passamos pra não ter vergonha de ser elimnado na estreia.

O sorteio das Quartas já foi duro com todos nós, mais ainda o medo do que no primeiro jogo, pegamos o Palmeiras, adversário dificílimo… mais uma vez, agora ainda maior, o medo tomava conta, pra alguns a eliminação já era certa… Vencemos no Morumbi por 1 a 0 e vencemos lá dentro do estádio deles por 2 a 1, em um jogo totalmente tenso, fomos pra Semi-Final… acabou o sofrimento, caminho livre, certo? Errado!

Pegamos mais um rival, aquele de nome impronunciável e que deve pra todo mundo… perdemos lá, só que esse o gosto foi melhor ainda, foram pro Morumbi com a arrogância e com o sentimento de “já tô na final”, isso foi excelente pra nós e pros jogadores, a arrogância caiu e caiu bonito. Vencemos no Morumbi por 2 a 0 e fomos pra final… um dos dias que mais comemorei na vida, e que mais fui dormir aliviado, um dos… viria a final.

Publicidade

Flamengo ou Grêmio? Nosso adversário viria horas depois, tem aquela famosa frase: “Quem quer ser campeão não escolhe adversário”, e assim foi, veio o Flamengo, até então o melhor time entre os dois.

Começamos ganhando já no sorteio de mando de campo, a decisão era no Morumbi, me lembro que assisti no dia pelo site do GloboEsporte e foi impagável ver a cara de … da turma do Flamengo, tipo não acreditando. Eis que chega o dia do jogo, na semana foi dificil dormir, decidiríamos um título inédito e depois de 23 anos, depois daquela final que doeu bastante, uma das que mais doeu… dominamos o jogo no Maracanã, ganhamos por 1 a 0 com o cruzamento do Nestor e o cabeceio do Calleri, o primeiro gol dele na Copa do Brasil.

Fomos com a vantagem para o Morumbi, tinha medo? Tinha! Mas tinha confiança… com o gol do Flamengo, o medo foi maior ainda, mas em seguida, Nestor mandou aquela bola certeira, o protagonista da final, o autor do gol histórico, de uma das nossas conquistas mais histórica até hoje, pela proporção, pra mim é… até que enfim: CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL. A piada morreu, agora somos o “campeão de tudo”, só que agora temos duas grandes missões: Escapar da parte debaixo da tabela, e melhorar o time pra Libertadores do ano que vem, estamos de volta após três anos!

Comemore, torcedor! Comemore MUITO! Título importantíssimo e que agora sim, nos dá alívio, e… Seja bem-vinda a nossa sala de troféus, Copa do Brasil.

______________________________________________________________________________

Contato: [email protected] | Twitter: @carlinhosnovack

Carlinhos Novack é Jornalista, já foi colunista de outros sites tricolores e ex-LANCE!

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe