SPFC em Pauta – Fim da linha e da agonia…

478

Finalmente, com um mês de atraso temos a notícia mais esperada pelos torcedores do São Paulo… Thiago Carpini NÃO É mais o técnico do Sâo Paulo, é só o título da matéria mesmo né?! treinador nunca foi! Eu vou me dar o direito de alterar o título dessa matéria rodando por aí: Thiago Carpini NÃO É MAIS FUNCIONÁRIO do Clube, e só, se restringe a isso.

A começar pela tragédia e palhaçada que foi a escolha por ele, não culpo em nada o Dorival pela saída, qualquer treinador, TREINADOR com ênfase em letras maiúsculas, que é o que Dorival é, aceitaria o convite pra treinar a seleção da CBF. Dorival saiu e deixou o time prontinho pro próximo treinador que viria comandar o time… eis que a diretoria anuncia que não vai fechar com qualquer um e que estaria fazendo um processo de entrevistas e tudo mais, coisas de uma empresa normal. Até que: Chegaram em um consenso que Thiago Carpini, um ‘treinador’ que veio do Juventude, que antes tinha trabalhado no Água Santa e sem trabalho algum de destaque, era o escolhido pra comandar. Isso foi tipo você passar da terceira série do ensino fundamental, pra uma faculdade direto.

Jamais eu imaginei um dia que o São Paulo levaria em conta um ‘treinador’ que pegou um time na Série B do Brasileirão e classificou pra Série A, seria o ideal pra treinar o time. Nada nos convence, e não falo só por mim, por grande parte da torcida, que esse aí era o menos pior, MENOS PIOR, pois melhor não teria como ser… nas tais entrevistas realizadas, se é que isso é verdade e esse processo foi realizado.

O time montado por Dorival, que já vinha como Campeão da Copa do Brasil, foi campeão da Supercopa com o Carpini no banco, e isso já tomou a euforia de alguns da torcida falando que existia o “carpinismo” (Relembrando aquela coisa horrenda de “Dinizmo” que deu no que deu)… mais uma vez, o time montado por Dorival, quebrou o tabu em um certo estádio aí e colocaram tudo na conta do agora ex-‘treinador’. O time ganhou a Supercopa nos pênaltis contra um time que sempre soubemos que cobra mal os pênaltis.

Publicidade

Nem vou me alongar aqui sobre o Paulista, mas vou falar em um jogo específico, o último da primeira fase contra o Ituano que corriamos o risco de passar mais um vexame e ser eliminados na primeira fase. Sim! Sofremos pra ganhar do Ituano praticamente rebaixado. A cereja do bolo do tal “carpinismo” foi nesse jogo, ele mudou o time com medo do atacante Salatiel, que ele disse na época conhecer da Série B que ele disputou com o Juventude (Ele, Carpini). Vamos aos fatos: O grandíssimo Salatiel Messi que Carpini disse conhecer da Série B e que era um atacante perigoso, marcou quatro gols na Série B pelo Botafogo de Ribeirão Preto, nessa Série B que ele treinou o Juventude, e sabem quantos dos quatro gols que ele marou contra o próprio Juventude? NENHUM!… Nesse jogo ele já se mostrou o ‘treinador’ e ‘conhecedor’ que era… um desastre!

E ainda não acabou! As críticas a ele, o próprio ironizava nas coletivas de imprensa que dava, chegou a falar que o Telê, sim, você não leu errado! Telê Santana também foi criticado e Muricy Ramalho também foi… ele só esqueceu que um foi Campeão Mundial e da Libertadores e o outro Tricampeão Brasileiro. Ele fazia mais ou menos o que o Ceni fazia nas coletivas, nunca era culpa dele… só que aí há um ponto pro Ceni, tem carreira e foi ídolo (COMO JOGADOR, como treinador já sabem o que eu penso, tem outros textos anteriores a esse que eu explico). Carpini consegui DESTRUIR um time que foi campeão de um campeonato inédito que era o sonho da torcida.

Qual foi o motivo da diretoria demorar tanto nessa decisão?

Aguardemos as cenas dos próximos capitulos e de quem será o próximo treinador.

Até a próxima!

______________________________________________________________________________

Contato: [email protected] | X/Twitter: @CarlinhosNVK

Carlinhos Novack é Jornalista, já foi colunista de outros sites tricolores e ex-LANCE!

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe