Além das 4 linhas – Círculo Virtuoso

Agora podemos afirmar que o clube saiu daquela “zica” que vivia nos últimos anos e alcançou um novo patamar. Muitos podem dizer que a tempestade ainda não passou por completo. Mas eu afirmo que o trabalho atual sendo mantido, o clube se manterá bem no futebol.

A gente percebe que iniciamos o círculo virtuoso quando as coisas começam a dar certo, e tem muita coisa dando certo no SPFC. Começando pela diretoria comandada por Raí, que faz um bom trabalho inegavelmente e tem recebido elogios de muitos, inclusive do Aguirre. Passando pelo treinador, que acertou o time. Aguirre achou seu time e a forma dele jogar. Encaixou. Terminando pelos jogadores que estão rendendo bem. O ambiente é saudável. Como dizem, o vestiário melhorou muito. Aqui cabe notar que os novos contratados entram bem e os jovens que sobem da base também.

Vejam o caso do Rojas. Quem o conhecia? Ninguém. Todo mundo ficou triste com a saída do Marcos Guilherme, mas o Rojas nos fez “esquecer” o Marcos. Diego Sousa, Everton e Nene formaram um belo ataque. Rojas chegou e completou este ataque. Encaixou neste ataque como se fosse jogador antigo do time. Sai o Hudson, Militão e Jucilei e os moleques entraram e deram conta do recado num jogo complicado contra o Cruzeiro fora de casa. Reinaldo está muito bem na esquerda. Em minha opinião faltam poucas peças neste elenco, ou alguns reservas devem evoluir, principalmente Lucas Fernandes e Morato, os reservas imediatos do Rojas e do Everton, caras que não vão agüentar entrar em todos os jogos e correrem o que correm.

O Araruna declarou que topa ser aproveitado na lateral direita. Isso é importante em função da saída do Militão. O Alan entrou muito bem como primeiro volante. Isso foi importante demais. Mas talvez o clube traga mais um volante. Acho importante fortalecer o elenco. Um meia está também na mira pela mesma razão, completando o raciocínio acima dos reservas.

O SPFC tem dois campeonatos importantes no segundo semestre com jogos no fim e no meio da semana. Como agora com Colón e Vasco. Nem pensar perder pontos em casa. Por esta razão é importante ter jogadores talentosos para todas as posições e setores do campo. Neste jogo contra o Cruzeiro o banco ficou sem jogadores experientes. Pode fazer a diferença na reta final dos campeonatos saber segurar um resultado. Talvez se Rodrigo Caio não saia, ele seja o volante que procuramos. Aliás, estão dizendo que o Milan da Itália quer emprestar o cara por um ano. Isso é horrível para a carreira dele. Como assim sair emprestado? Ninguém acredita no potencial dele para poder contratar em definitivo? Fiquei decepcionado.

Para clarear o que venho pensando peguei uma declaração do Aguirre e outra do Júnior, ex
lateral esquerdo campeão do mundo em 2005 vestindo o manto. “Foi boa a estréia do Bruno Peres, é um reforço excelente. Jogou 30 minutos e terá mais jogos. Já prevendo a saída de Militão, teremos Bruno Peres pronto. É o bom trabalho da diretoria para contratar jogadores prevendo alguma possível saída. Eu me sinto respaldado e apoiado porque o São Paulo tem feito as coisas realmente bem”, avaliou Aguirre. "O time está muito bem. O Aguirre deu um padrão de jogo. Os jogadores, realmente, entenderam o esquema que ele implantou. Cresceu bastante. O São Paulo também vinha de anos anteriores não sendo o São Paulo, mas agora o time está bem encaixadinho.

Eu acredito que os bons tempos voltaram. Que a política do clube não estrague tudo mais uma vez.

Salve o tricolor paulista, o clube  da fé.

Carlito Sampaio Góes

carlito150x150Carlito Sampaio Góes é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.