Além das 4 linhas – Disputa o título?

52

Seguindo meu raciocínio da semana passada, imagino que o empate com o RBB em pleno Morumbi nos deu a exata noção de grandeza do atual SPFC, que, para mim, é um time que disputa vaga para a Libertadores 2021. Na Libertadores 2020 talvez chegue nas quartas se a tabela for boa.

Com todo o respeito, o elenco do Flamengo é incomparável e só uma catástrofe tira o Bi dos cariocas neste BR20. Nosso tricolor joga com atletas ainda jovens e que não sabemos ainda se um dia estarão em nível internacional como a maioria dos atletas do urubu carioca. A nossa dupla de zaga, o Sara, o Igor Gomes e Igor Vinícius, Brenner e tantos outros, são jogadores de nível intermediário, nada de jogador acima da média que decide jogos e campeonatos, pelo menos por enquanto.

Para o compromisso pela Libertadores no Morumbi contra um dos favoritos ao título imagino que o SPFC tem alguma chance de vitória por conta da falta de preparo físico dos argentinos, que ainda é pior que o nosso. Não vamos sonhar, vamos segurar o fanatismo que nos cega e aceitar que hoje em dia o SPFC não entra num campeonato deste nível para vencer. O jogador desanima sabendo disso? Eu acho que não, já que todos possuem suas carreiras e querem subir degraus nela. Com o futebol que o time jogava no paulista dava para sonhar com Copa do Brasil e com o próprio paulista. Mas hoje o time não joga aquele futebol e o Antony já não está mais por aqui. Em minha modesta opinião Pato, Everton e Anderson não fazem falta jogando o que estavam jogando, tanto que eram reservas.  Acredito que a troca Everton por Luciano foi um bom negócio, já que o novato já fez mais gols em 1 mês do que Everton em todo 2019 e 2020 e vem salvando o tricolor.

O que é preciso o SPFC fazer para aspirar títulos? Para mim um treinador vencedor e mais e melhores opções no elenco para todos os setores do time. Imaginemos que todos voltem a jogar o futebol do início do ano, o que faria, para mim, o time voltar a ser o mesmo. Temos reserva para o Igor Gomes? Quem é o jogador de lado de campo, jogador de velocidade para substituir o Antony? Pablo passa firmeza como o goleador do time? A mim não, mais pelas contusões do que pelo futebol, que começava a melhorar. Quem sabe o Luciano será  o cara a jogar pelos lados?  O acho com características de avante e não de ponta, mas vamos ver. Para a reserva do Daniel Alves o nosso profeta está preparado para jogar em altíssimo nível? Quando todos jogavam bem Hernanes era merecidamente reserva, afinal, neste retorno o profeta ainda não fez jus ao seu alto salário, que ele recebe graças ao seu passado e não ao presente. O Vitor Bueno é este cara todo para fazer o ataque? Gosto dele, mas não é de desequilibrar.

Sinceramente acho que o futebol está mudando no Brasil e o Flamengo é só o primeiro e grande exemplo a se organizar e saber utilizar o dinheiro que recebe. O SPFC claramente tem uma má administração e é um clube que poderia ter a terceira maior receita do país, já que tem a terceira maior torcida e possui um grande, quitado e particular estádio, mas isso não acontece e as dívidas só aumentam. Hoje o clube não sabe usar o dinheiro que tem e não sabe montar times. Além disso, não sabe fazer crescer a receita que seria facilmente maior se os times montados obtivessem bons resultados. Estamos no círculo vicioso. Nosso clube precisa virar uma empresa e distanciar-se da política interna. Também precisa separar o futebol do social. Na Europa o futebol virou empresa faz um certo tempo e os grandes clubes estão sendo comprados por  grandes empresas internacionais. Isso acontece na Alemanha, Itália, França e Inglaterra. Na Espanha já há clubes nas mãos de empresários, o Ronaldo Nazário é um exemplo.  Enquanto isso não acontecer por aqui veremos a distância aumentar entre clubes de fora e os daqui. Na Argentina os clubes já se organizaram diferente e quem manda no futebol são os clubes e não mais as federações, o que seria um grande avanço por aqui também, já que os interesses políticos hoje são mais importantes do que os comerciais e esportivos.

Chegou a hora dos profissionais meus amigos e quem ficar de fora será cada vez menor.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

doze + 20 =